Santa Catarina e Porto União brilham no Sul-Brasileiro de basquetebol feminino em Campo Bom – RS


em CSJ por

Nunca ouvi falar da cidade de Campo Bom, Rio Grande do Sul, de pouco mais que 50 mil habitantes, que foi escolhida para sediar a competição. Durante os dias de competição, Campo Bom revelou-se uma cidade extraordinária, com IDH altíssimo. Não encontramos nenhum morador de rua e nenhuma ocorrência policial violenta.

Povo ordeiro, educado, e o Centro de Educação Integral – CEI é de dar inveja em muitos municípios maiores. Possui uma belíssima arena, que possibilita a prática de basquete, voleibol e handebol, contendo ao lado uma piscina coberta, assim como um belo teatro aberto, porém, com a metade coberta, e vários locais para a pratica e encontro dos munícipes, para que possam praticar caminhadas e pedalas, assim como uma pista de skate.

No importantíssimo evento sul-brasileiro, Santa Catarina melhorou sua participação quando comparada ao desastre da atuação no ano passado, em Brusque/SC, onde não conseguimos vencer em nenhuma categoria.

Desta vez, conseguimos o vice-campeonato na categoria sub-13, perdendo a final para o Estado do Paraná, nos últimos segundos, por apenas um ponto (56×55). Todas as seleções participantes tinham condições de levar o troféu de primeiro lugar.

Na categoria sub-15, Santa Catarina deu um banho nos outros concorrentes, vencendo a maioria dos jogos pela diferença de 40 pontos, acabando por convencer a todos que seria a equipe campeã.

Único jogo em que diferença se manteve em 10 pontos, foi contra a equipe do Paraná. Já na categoria sub-17, conseguimos o terreiro lugar, e a rigor, foi a única “decepção”.

Sabe-se que nesta faixa de idade, Santa Catarina passa por um delicado momento, sem renovação, e sem boas equipes.

Mas afinal, onde Porto União brilhou?

O brilho proveio do ótimo desempenho da seleção catarinense da categoria sub-13, sob o comando da técnica do Clube Concordia/APAB, Professora Uná Manfredini, que teve sua atleta escolhida pelos técnicos e árbitros e também porto uniãoense, Emily Sekula, escolhida como a melhor jogadora da categoria.

Já na categoria sub-15, com o belíssimo campeonato invicto, também se destacou a atleta do Clube Concórdia/APAB, Athina Furlan Abbas, sendo escolhida, como melhor ala/pivô.

Como se sabe, Porto União colaborou com o selecionado catarinense, com 5 representantes: Técnica Uná, Emily, Athína, Karina e Natalia.

Rapidinhas

Deu uma inveja saber que o vice prefeito do Município sede Campo Bom/RS, é um professor de educação física, que presente em todos os jogos, participando, também, do cerimonial de abertura e encerramento.

E saber, que nosso vice-prefeito, que na juventude jogou basquete, e até agora decorrido 2 anos de “administração”, nada faz pelo esporte que um dia praticou. Aliás, o sangue basqueteiro corre nas veias, também das suas duas irmãs e seu filhão, que durante muito tempo orgulharam e defenderam com bravura as camisas de Porto União e União da Vitória.

Rapidinhas 2

Voltou na madrugada de ontem, segunda-feira, 19, da capital mineira Belo Horizonte, Jorge Michael, que devido a sua excelente performance nos jogos que atual, foi escolhido pela direção de arbitragem do Campeonato Brasileiro de Clubes – CBC para apitar a final do campeonato, que envolveu as potências Palmeiras x São José dos Campos, ambas do Estado de São Paulo.

Além do importantíssimo Campeonato Brasileiro, na ocasião, ocorreu o Referee Training Camp, promovido pela FIBA – FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE BASQUETE, que se trata de um treinando para árbitros em potencial internacional.

Já a partir do dia 26 deste mês, estará atuando nas finais da Liga Nacional de Desenvolvimento de Basquete – LDB, que ocorrerá na cidade de São Paulo/SP.

A basqueteira Mauren Furlan, esteve em Vitória/ES, participando do campeonato brasileiro Master, e, obteve o título da competição pelo time 45+ do Paraná. Parabéns!

É gente nossa brilhando intensamente no brasil a fora, representando dignamente nossas duas cidades.

Enquanto isso, espera-se que o alcaide de 18 mil reais faça as pazes com o vice de 9 mil reais, e respeitem a juventude sadia ano que vem, e que voltem a ajuda-los.

Rapidinhas 3

Um pouco de Política: Excelentes escolhas para o cargo de Ministros de Estados pelo presidente democraticamente eleito, Jair Bolsonaro, para comandar seus ministérios. Principalmente a escolha do maior símbolo de combate a corrupção, Sérgio Moro, que comandará o Ministério da justiça.

A PTZADA que roubou, deixou roubar, e que empobreceram o país nos próximos 30 anos, queriam acabar a liberdade de imprensa.

Criticaram durante anos nosso judiciário, sendo que 85% dos atuai integrantes do STF foram indicados pelo corrupto governo de LULA, e desastrada POSTE número 1, Dilma Roussef.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*