Os melhores e piores de 2018


em CSJ por

A partir dessa semana, iremos apresentar em nossa opinião, alguns fatos que prejudicaram nossa comunidade em alguns aspectos. Ainda bem que tivemos fatores mais positivos, do que negativos.
Por exemplo, até aqui o pior títere político dos 100 anos de história política do município de Porto União: o vice-prefeito Sr. Percy. Esperava-se que o vice fosse um interlocutor direto e tivesse participação ativa no necessário e imprescindível apoio na educação através do esporte de base, afinal foi basqueteiro, sendo de uma família que revelou grandes talentos, a exemplo de suas irmãs e seu filho Eduardo, conquistando um título pela seleção de União da Vitória.
Mas embora tenha começado bem (2017), foi engolido pela intransigência e atitudes incorretas do Sr. Prefeito, retirando o único apoio que dava, o transporte da extraordinária modalidade do basquetebol por não se relacionar com o presidente da APAB. E após um melancólico diálogo entre ele, o vice-prefeito e o vereador mais votado Neilor, quando foram desautorizados pelo Alcaide, este proferiu a seguinte frase: “Não olhe, quem manda aqui sou eu”. Após o basqueteiro Sr. Percy, teria dito: “Mas como eu vou olhar para os pais e mães que vierem me cobrar o transporte? “. Em seguida, após o prefeito se retirar, contrariado falou poucas e boas palavras da atitude do Sr. Eliseu para o Vereador. Estranhamente, cinco dias depois na reunião da APAB, defendeu calorosamente o prefeito dizendo que o basquetebol e qualquer outra modalidade, não precisavam viver do ônibus da prefeitura, esquecendo que os profissionais do F.C Porto, todos de fora com o resultado pífio, sem pagar nenhum tributo ao município, receberam tal ajuda. E ele suas irmãs e seu filho, sempre contaram com o dever moral de prefeitos para suas viagens defendendo de maneira brilhante nosso município.
Mas como venho afirmando, ainda há tempo, afinal restam dois anos de mandato. É preciso que as duas principais figuras do executivo falem a mesma língua. Os votos de um, foram os mesmos votos recebidos pelo outro, ambos ganharam a eleição. Não deve ser a parte menos poderosa (atletas de base de Porto União), a pagar por tal diferença, pois ambos constitucionalmente recebem seus proventos através dos tributos pagos pelos pais e mães dos atletas.
Neste final de ano, como já mencionado, houve uma tentativa do bom diálogo, cedendo por duas vezes o transporte aos atletas mirins de nosso município que como sempre brilharam intensamente, sendo campões invictos da categoria sub-12.
Vamos torcer para tenhamos um belíssimo 2019, com muito otimismo a exemplo da nação brasileira com o novo governo e principalmente com os excelente nomes já anunciados pelo futuro presidente.

RAPIDINHAS
Embarcaram ontem em direção a Itajaí, cinco atletas do basquetebol feminino de Porto União, que irão o defender aquela cidade na fase final da OLESC, que será realizada na cidade de Indaial. /// Como se sabe, nossas craques por terem sido terceiro lugar na olimpíada do ano anterior, tinham o direito de participar da fase final por Porto União. Devido o desentendimento entre o executivo e uma atitude no mínimo covarde, nossos filhos e filhas foram impedidos de defender sua cidade. /// Presidente da APAB, Jorge, levou quatro atletas à Itajaí e uma seguiu de ônibus. /// Não deixam de participar da fase final, mesmo defendendo outro município amigo. /// Mas como escrevi acima, ano que vem poderão elas novamente honrar nossa querida Porto União. Será que alguém minimamente inteligente e responsável tem direito de impedir que uma juventude sadia possa representar seu município?

RAPIDINHAS 02
Parabéns aos palmeirenses pelo título. O manto sagrado (Mengão), ficou com o vice campeonato. /// E Vascaínos e tricolores, ainda estão dependendo da última rodada. /// Bingão dos amigos do Iguaçu foi um sucesso. Como está sendo um sucesso, as obras do novo estádio municipal Antiocho Pereira. Se tudo correr bem, ano que vem poderemos ter a volta da A.A Iguaçu ao campeonato estadual Paranaense.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*