Questões Legais


em Primeiro Plano por

A argumentação de que a liberação do trecho entre a Ponte do Arco e a BR-153 depende de questões legais, não se sustenta mais. Por mais que a questão de segurança deva ser avaliada cuidadosamente, não dá mais para esperar. A população e empresários daquela região está sendo penalizada e se não houver atitude das nossas lideranças estaduais (digo aqui deputados estaduais), nada irá acontecer.
Existe sim formas legais de o estado fazer a liberação daquele trecho de maneira emergencial, mas pelo jeito não há vontade. Ou talvez os responsáveis não queiram admitir que não há dinheiro para tal obra.
Este é o Brasil. A população daquela região já marcou para a próxima segunda-feira, dia 14, o prazo final para que alguma coisa comece a ser feita.
Vamos lá representantes da nossa região… Vamos trabalhar.

FOCO
Em conversa com um empresário da cidade, ele me falou um coisa que me chamou a atenção, de como os projetos na nossa cidade perdem o foco. E por isso acabam não se concretizando. E na maior parte das vezes isso acontece com os nossos administradores públicos, que acabam se distraindo com besteiras, coisas pequenas, ‘asfaltinho’ aqui e ali, uma entrega de ‘obrinha’ acolá, e perdem o foco nos grandes projetos.

OI, OLHA ISSO!!!

  • Pelo menos o prefeito Santin Roveda em União da Vitória tem trabalhado com foco nos grandes projetos. Reurbanização da Avenida Manoel Ribas, nova ponte do Distrito de São Cristóvão, reforma Ginásio e Estádio, reurbanização da Marechal Deodoro…
  • E você, espera o quê do seu prefeito???

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*