Compartilhar


em Primeiro Plano por

As redes sociais transformaram nossa sociedade nos últimos anos. Não podemos negar que elas vieram para ficar e sempre se renovarão. Foi o MIrC, o ICQ, o Messenger, o Orkut, o Facebook, Instagram, Youtube, e agora o WhatsApp… E no fim das contas ninguém sabe ao certo se elas ajudam mais do que prejudicam. Tanto que governos e políticos do mundo inteiro cobram dos administradores destas redes ações para coibir as notícias falsas, além de que, tentam criar leis que regulamentem o uso destas redes sociais. Na verdade a grande palavra do momento não é mais ‘curtir’, mas sim ‘compartilhar’, e não importa o quê, o que vale é enviar para frente. E assim vamos chegando em mais um período de eleições e posso garantir que esta será a mais complicada de todas em relação ao uso das redes sociais.

LIMITES
O Governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, MDB, vem surpreendendo a todos, oposição e aliados, ao anunciar cortes de gastos e agora também com um corte de 20% nos cargos comissionados dentro do governo.
A justificativa para medida tão drástica é que o estado ultrapasoou os limite prudenciais de gastos com pessoal instituídos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.
Ao mesmo tempo estas atitudes vem agradando a população que há tempos reclamava de um estado inchado, ainda mais em uma época de vacas magras.

AÉCIO
Não há como dizer que a aceitação da denúncia de Aécio no STF traz um certo alívio para todos aqueles que lutam contra a corrupção neste país. Porque caso a denúncia não fosse aceita, ficaríamos em dúvida sobre tudo o que vinha sendo feito até agora. Até mesmo se existe ou não prova contra o Lula. Mas a questão é, a denúncia foi aceita, os juízes do Supremo deixaram claro que as provas são encorpadas e agora temos que esperar que ele seja julgado rapidamente.