IFPR de União da Vitória emite Nota de Repúdio


A nota é devido a agressão virtual sofrida por uma servidora da instituição

em Porto União e União da Vitória por

O Campus União da Vitória do Instituto Federal do Paraná (IFPR), vem a público manifestar seu repúdio à agressão sofrida por uma servidora deste campus nas redes sociais, no dia 07. A referida servidora foi vítima de ofensas e ameaças por parte de um servidor da Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS), que embora utilizando um perfil com nome inverídico, foi identificado por testemunhas.

A instituição não divulgou o nome da servidora que foi vítima do crime. O IFPR informou que a vítima confeccionou um boletim e ocorrência, já que ela sofreu ameaças físicas e de morte.

“(…) chegando a mencionar perseguição e estupro. Esta situação de afronta e intimidação atenta contra os direitos humanos, individuais e coletivos, e não pode ser tratada como algo banal e de pequena importância”, diz um trecho da nota, que continua, “Entendemos que as redes sociais são espaços para diálogos democráticos e debates de ideias, respeitando a diversidade de opiniões e posicionamentos, e que agressões como estas ferem os princípios de civilidade e podem ser interpretados como apologia a crimes de estupro e violência contra a mulher, especialmente por serem originadas de um educador”, completa.

A instituição se solidarizou com a professora pela gravidade do ocorrido e espera que as medidas cabíveis sejam tomadas.