A vida é uma luta contra nós mesmos


em Jaime Folle por

Passamos uma vida inteira lutando contra nós mesmos. Pedro, “o grande” da Rússia, disse: “Eu conquistei um império, mas não pude conquistar a mim mesmo”. Pitágoras, um dos maiores matemáticos e filósofo grego, conhecendo bem as virtudes e vícios do próprio ego, disse: “Purifica o teu coração antes de permitires que o amor entre nele, pois até o mel mais doce azeda em um recipiente sujo, que faz você ter dificuldade de lutar consigo mesmo”.
Nós passamos grande parte de nosso tempo tentando eliminar nosso lado ruim. Tentamos suprimir pensamentos, controlar nossa ansiedade, negar nossa insegurança. Buscamos combater nossos vícios e superar a nós mesmos. Até o momento em que percebemos que isso é inútil. Podemos conseguir controlar algum hábito, mudar algum comportamento, mas percebemos que muito em nós simplesmente não está nas nossas mãos, dependemos uns dos outros.
Ainda que estejamos vencendo uma batalha, o conflito pode ter fim no lado externo, porém no interno os efeitos colaterais são irreparáveis. As coisas que fazemos, as atitudes que tomamos quase que instintivamente diante das circunstâncias da vida e que, de certa forma, para a carne são agradáveis e justas, mas danosas, principalmente ao espírito, fazendo nossas angústias internas aumentarem cada vez mais.
Quando reclamar suas queixas aos outros, cuidado que isso é um sintoma da síndrome do coitadismo. É um pedido de socorro. É uma forma de demonstrar as fraquezas, carência e solidão, e que na maioria das vezes, nem nos sentimos tão vítimas, apenas queremos atenção. Pois não há no mundo um gigante em sua força física que não tenha a necessidade de amparo e carinho em algum momento de sua vida.
Mas, antes de vencermos a dor da vida, é preciso que a gente pare de falar do quanto somos carentes, coitados e sofredores. Se algo dói, procurar uma ajuda profissional pode ajudar muito, não se envolva com os urubus de plantão que estão aí perto de você, loucos para lhe bicar ainda mais. Procure um profissional de segurança para ajudá-lo a eliminar seus males internos.
Melhorar enquanto seres humanos é uma tarefa extremamente difícil. Mas vale a pena porque nos ajuda a viver mais satisfeitos e tem a ver com nossa missão nesse mundo, que é a de escrever uma linda história de vida. Viemos para fazer diferença, e é isso o que nos torna mais fortes como humanos, porque quando vencemos os inimigos internos, nenhum inimigo da vida externa é capaz de nos derrubar.
Até a próxima!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*