Anúncio Supermercado Chipitoski 1075x140px
  • jornais07.08.17.png

Manchetes: Maia sugere a Temer que não ceda na reforma da Previdência


Confira as manchetes dos principais jornais do país desta segunda-feira

em Nacional por

Confira nas manchetes dos principais jornais do país desta segunda-feira, 07: Maia sugere a Temer que não ceda na reforma da Previdência.

Notícias dos jornais O Globo, O Estado de São Paulo e Folha de São Paulo.

 

O Globo

Manchete: Temer e cúpula do Congresso acertam agenda de reformas
Na primeira reunião após a Câmara rejeitar a denúncia por corrupção passiva contra o presidente Temer, o governo começou a montar estratégia para reorganizar a base aliada e retomar a agenda econômica. Presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia e Eunício Oliveira foram chamados ao Palácio do Planalto para reunião com Temer e os ministros Henrique Meirelles, Moreira Franco e Antonio Imbassahy. Ficou acertado que tentarão resolver logo a MP do Refis para retomar os trabalhos no Congresso. A MP foi desfigurada pelo relator, que incluiu descontos de até 99% em multas e juros, o que desagradou à equipe econômica. Além de fazer avançar a reforma política, o passo seguinte será votar a reforma da Previdência ainda em setembro, segundo Rodrigo Maia.


Crise paralisa R$ 102 bi em investimentos
Novos projetos em telecomunicações, rodovias, ferrovias e gás estão parados à espera de mudanças em leis que regulam esses setores. Levantamento mostra que R$ 102 bilhões em investimentos em infraestrutura poderiam ser destravados com as novas regras que estão em discussão no governo e no Congresso, informam BRUNO ROSA e RAMONA ORDOÑEZ. A crise política paralisou as mudanças.

Policiais civis são atacados na Via Dutra
Um policial civil e uma vítima de assalto foram baleados, na manhã de ontem, na Via Dutra por bandidos que tentavam roubar uma moto. O carro da polícia foi atingido por um tiro e pegou fogo. No mesmo horário, criminosos fecharam a Linha Vermelha para assaltar motoristas. Sobre a megaoperação de sábado no Lins, o ministro Raul Jungmann (Defesa) disse que, “se os resultados não foram espetaculares, virão com o tempo”.

 

O Estado de S. Paulo

Manchete: Bancos temem calote de R$ 2,5 bi com Viracopos
Bancos que financiaram a expansão do aeroporto de Viracopos temem prejuízo de R$ 2,53 bilhões, depois que o consórcio do terminal em Campinas decidiu devolver a concessão. Maior credor, com mais de R$ 2 bilhões, o BNDES diz que “avaliará as medidas cabíveis para assegurar seus interesses no momento oportuno”. Itaú BBA, Bradesco, Banco do Brasil e Haitong têm R$ 423 milhões a receber. Ainda não foram definidos quais pagamentos serão priorizados nem como a concessionária será indenizada por investimentos, que somariam R$ 3 bilhões. Hoje, os débitos financeiros estão em dia e o aeroporto informa que “não existe previsão de interrupção”. Mas a concessionária já deixou de cumprir obrigações com o governo e há obras em atraso no terminal. Em nota, Viracopos informou que o “pagamento da dívida será tratado no bojo da indenização (como desconto) à que a concessionária terá direito”. Integrante do grupo que assumiu o aeroporto, a UTC é uma das empreiteiras envolvidas na Lava Jato.

Maia sugere a Temer que não ceda na reforma da Previdência
Depois de ver a denúncia por corrupção passiva rejeitada por 263 deputados, o presidente Michel Temer fez ontem um afago ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em reunião no Palácio do Planalto, da qual também participaram ministros. Temer aceitou as sugestões de Maia para não ceder antes da hora na negociação da reforma da Previdência. O presidente da Câmara defende, por exemplo, um modelo de transição para os que ingressaram no serviço público antes de 2003.

Exército mata 2 e barra revolta contra Maduro
O Exército frustrou ontem uma rebelião contra o presidente Nicolás Maduro no Forte Paramacay, na cidade de Valencia, que fica no norte da Venezuela. Segundo o governo, duas pessoas morreram em confrontos dentro da base. Os chavistas chamaram a ação de “ato terrorista” e afirmaram que oito pessoas foram presas.

 

Folha de S. Paulo

Manchete : Novas delações podem atingir Temer, diz Janot
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, 59, diz que “colaborações em curso” podem ser usadas contra Michel Temer para apurar se o presidente obstruiu a Justiça e integrou organização criminosa. A Procuradoria negocia a delação do ex-deputado Eduardo Cunha e do operador Lúcio Funaro, presos na Lava Jato. Em entrevista a Leandro Colon e Reinaldo Turollo Jr., Janot não quis confirmar as tratativas. Afirmou, porém, que Cunha teria de “entregar gente do andar de cima” para ter o benefício aprovado. Sobre seus métodos, Janot sustenta que a saída para o país não é “considerar bandido como político”. “Restam flechas”, disse, referindo-se a novas acusações até o final do seu mandato, em 17 de setembro.

Kassab e Haddad pagaram R$ 5,5 mi em reforma fictícia
A Prefeitura de São Paulo gastou R$ 5,5 milhões em reforma que, na prática, não foi realizada no viaduto Alcântara Machado, que faz a ligação entre o centro e a zona leste da cidade. Auditorias obtidas pela Folha mostram que a obra, paga pelas gestões de Gilberto Kassab (PSD) e Fernando Haddad (PT), só teve 5% dos serviços executados. A empresa responsável pela obra e os ex-prefeitos negam irregularidades.

Ataque a base deixa 2 mortos na Venezuela, diz o Exército
O Exército da Venezuela afirmou que duas pessoas morreram e oito foram detidas ao tentarem atacar uma base militar no norte do país. A oposição exigiu que a ditadura “diga a verdade”. No Brasil, Michel Temer comentou a suspensão do país do Mercosul: “Não há mais espaço para alternativas não democráticas na América do Sul”.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Vá para o Topo