Viaturas do Governo do Paraná ficam paradas por falta de pagamentos a oficinas


em Estado PR por

Segundo sindicato, a empresa JMK, contratada pelo governo para executar o serviço, não está pagando em dia pelos consertos. Dívida já chega a R$ 5 milhões, dizem empresas.

Carros da Polícia Militar do Paraná (PM), do Corpo de Bombeiros e de outras autoridades estão encostados em oficinas por falta de pagamentos pelos serviços – alguns deles há mais de um ano.

Segundo o sindicato que representa as oficinas, a empresa JMK, contratada para executar o serviço, não está pagando em dia pelos consertos. A dívida já chega a R$ 5 milhões, ainda conforme o sindicato.

“Quem perde com isso é a comunidade. Estamos sem ambulância, sem carro na polícia, tudo isso aqui está prejudicando. Infelizmente, as oficinas querem prestar um bom serviço, mas não conseguem fazer graças ao prejuízo que estão levando”, diz o presidente do sindicato, Wilson Bill.

Sem receber, os donos de oficina tem cobrado as dívidas em cartório. Em outros casos, os empresários buscam a Justiça.

Neste ano, pelo menos 13 oficinas do estado já entraram com ações contra a JMK para receber por consertos que fizeram. Com uma das oficinas, por exemplo, a dívida passa de R$ 184 mil. “Está estranha a situação. A empresa deve, está com uma bola de neve, e continua com contrato. Inclusive, foi renovado novamente o contrato”, reclama Bill.

A JMK foi contratada pelo governo estadual em junho de 2015, com a promessa de reduzir os custos e melhorar a manutenção da frota. O contrato com a empresa já foi prorrogado três vezes – a última, em janeiro deste ano. No ano passado, a JMK recebeu do governo R$ 57 milhões.

O que diz a JMK

A JMK informou, em nota, que tem para receber do governo do estado, mais de R$ 6 milhões em repasses atrasados, e que por isso, ocorreram problemas no pagamento às oficinas. Ainda segundo a empresa, há notas ficais vencidas de 2016.

A empresa afirmou que apesar dos atrasos do pagamento, segue prestando atendimento normalmente. “Ressaltamos que apesar dos atrasos, a grande maioria das oficinas continua trabalhando, compreendendo que a frequência dos pagamentos depende dos repasses feitos pelo governo”, diz trecho da nota divulgada pela JMK.

O que diz o Governo do Paraná

Nesta quinta-feira, 19, o governo estadual informou, por meio de nota, que “a migração do sistema de gestão de pagamentos do Governo do Estado para uma nova plataforma (Novo Siafi) causou um descompasso na liquidação de algumas faturas”.

A determinação, de acordo com o governo estadual, é regularizar os pagamentos no menor tempo possível.