Operação que mira advogados e peritos em Ipiranga apura fraude milionária contra a Copel


Após a suspeita de fraudes, a Copel procurou a polícia e foi apurado que o crime ocorria desde 2015

em Estado PR por

 

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta terça-feira, 10, uma operação que investiga uma quadrilha suspeita de montar um esquema milionário de fraude contra a Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel) em Ipiranga, na região dos Campos Gerais do Paraná.

Desde as 6h, os policiais cumprem dois mandados de prisão temporária, um de prisão domiciliar e quatro de busca e apreensão na cidade. A operação foi batizada de “Causa Ganha”. Os alvos são advogados e peritos particulares suspeitos de fraudar ações judiciais.

Conforme a Polícia Civil, a fraude envolvia ações indenizatórias ajuizadas por fumicultores contra a Copel, em virtude da suposta má prestação do serviço – nesse caso, a queda de luz, que acabaria provocando a perda do fumo no processo de secagem.

Pelo menos R$ 1 milhão foi comprovadamente desviado pelo trio. A investigação, entretanto, apura a participação dos suspeitos em outras centenas de ações – podendo chegar a mais R$ 9 milhões em prejuízo para Copel.

A investigação foi conduzida pela delegacia Ipiranga, com apoio do Núcleo de Repressão dos Crimes Econômicos (Nurce), da Polícia Civil do Paraná.

Vá para o Topo