Obras de viadutos na BR-470 começam na primeira quinzena de março, diz Dnit


Prazo foi divulgado pelo órgão federal e permitirá trabalhos em acessos da Mafisa e do Badenfurt

em Estado SC por

A construção de viadutos na região do trevo da Mafisa e do Badenfurt, em Blumenau, deve começar na primeira quinzena de março. As obras fazem parte da duplicação da BR-470 e integram o lote 3, que teve apenas 6% do cronograma concluído e estava parado desde 2016 por demora na desapropriação de terrenos às margens da rodovia federal. Inicialmente o órgão já havia informado que a intenção era começar a obra depois do Carnaval.

O prazo foi confirmado na tarde desta quarta-feira pela regional de Santa Catarina do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Com isso, o contrato deve ser reativado para a Sul-Catarinense executar o serviço. Foram disponibilizados R$ 28 milhões para aplicar na obra ao longo de 2018. Com esse valor, segundo o Dnit, será possível chegar a 17% de conclusão dos dois viadutos até o final deste ano.

O início das obras será possível porque no fim do ano passado, 34 das 37 áreas desses dois pontos que precisavam ser desapropriados tiveram negociação concluída em um mutirão no fim do ano passado. Os outros três imóveis devem ter o processo resolvido ao longo do primeiro semestre deste ano, mas segundo o Dnit não são obstáculo para o início das obras. As desapropriações conciliadas somaram algo em torno de R$ 10 milhões.

Promessa é de que viaduto resolva problema de tráfego
A reportagem questionou o Dnit-SC sobre detalhes dos projetos e se já existe o cronograma da obra, mas não obteve mais informações. Em nota enviada à imprensa, o Dnit informou que o viaduto da Mafisa, no Km 51,1, será construído sobre a BR-470, “aproveitando a obra projetada, formando um sistema giratório com duas faixas de tráfego em sentido único”. A promessa é de que a descentralização do fluxo de veículos deve resolver o problema do tráfego intenso no cruzamento da BR-470 com a Rodovia Guilherme Jensen. Já no acesso a Pomerode, no Km 57,4, o Dnit vai construir uma passagem superior com sistema giratório sob a rodovia BR-470, sem a necessidade de grandes alças de acesso para evitar necessidade de mais desapropriações.