MPSC inaugura nova sede das Promotorias de Justiça da Comarca de Mafra


As novas instalações atendem às normas de acessibilidade e também visam à otimização no uso dos recursos naturais. A nova sede abrigará as três Promotorias de Justiça da Comarca

em Estado SC por

Nesta terça-feira, 10, aconteceu a solenidade de inauguração da nova sede do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) em Mafra. A edificação abrigará as três Promotorias de Justiça da Comarca. As novas instalações atendem às normas de acessibilidade e também visam à otimização no uso dos recursos naturais, de forma moderna e sustentável.

Com a nova sede, localizada na Avenida Coronel José Severiano Maia, n. 846, no Centro de Mafra, o MPSC ampliará sua capacidade de atendimento na região. O horário de atendimento ao cidadão é das 13h às 19h.

Durante a solenidade, o coordenador administrativo da Comarca, Promotor de Justiça Alicio Henrique Hirt, destacou o que representa este novo momento do MPSC para a cidade. ”O que poderia ser uma desvantagem – sair do Fórum para ir para nosso próprio espaço – hoje vai ao encontro do exercício das nossas atividades”, destacou.

O Secretário-Geral do MPSC, Promotor de Justiça Fernando da Silva Comin, reforçou a importância da nova sede para a cidade. ”A sede do MPSC hoje faz parte da história de muitos Promotores de Justiça que passaram pela região e também é a história do povo daqui. Tenho certeza de que o maior legado que fica é o do exemplo de amor e dedicação à causa pública de cada um que atuou nesta região”, ressaltou.

Em seguida, o Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Fábio de Souza Trajano, lembrou, em seu discurso, a evolução do atendimento e das atribuições do MPSC. ”Nosso leque de atribuições aumentou significativamente nos últimos anos. A nova estrutura que temos mostra que avançamos muito. Essa mesma estrutura facilita o desenvolvimento de programas institucionais e a aproximação com a comunidade, o que com certeza vai se transformar em resultados positivos para toda a sociedade”, disse.

O Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Administrativos, Cid Luiz Ribeiro Schmitz, destacou a importância da sede própria para a comunidade de Mafra: ”Pelas mudanças que estamos passando no país, não poderíamos deixar a população de Mafra sem um Ministério Público atuante. Esta casa é confortável e bonita. Todo cidadão que precisar do MPSC poderá vir aqui e será muito bem atendido”.

Também presente no evento, o Prefeito de Mafra, Wellington Roberto Bielecki, destacou a importância da nova sede e falou sobre o desenvolvimento do município. “Agradecemos o investimento do MPSC na cidade. Sabemos das causas da instituição e da seriedade do trabalho desenvolvido. Nossa cidade passa por um momento de transformação, assumindo o papel de uma das cidades com maior índice de geração de empregos. Quando as coisas acontecem em um município, é porque a sociedade está engajada”, disse.

Encerrando a solenidade, o Procurador-Geral de Justiça, Sandro José Neis, enfatizou o mérito da região, que agora recebe mais investimentos por parte do MPSC. “Mafra é formada por uma comunidade compreensiva e acolhedora, uma sociedade caracterizada pela parceria, pela amizade e pelo respeito, mesmo aos pensamentos divergentes. Essa postura é histórica e é, também, exemplar nos tempos atuais, em que a sociedade brasileira vive um grande período de inquietação. Inspirado nessa postura, o MPSC passa a ter, aqui, instalações que visam ampliar o relacionamento com a comunidade mafranse. Inauguramos hoje uma nova casa da cidadania, um novo instrumento de transformação social para esta região do Estado”, celebrou o Procurador-Geral.

NOVA SEDE DO MPSC EM MAFRA

Com mais de 300 metros quadrados, a nova sede do MPSC em Mafra possui recursos sustentáveis. Entre eles estão luminárias com a tecnologia LED, que garantem maior eficiência luminosa e baixo consumo de energia, e duas redes de água, das quais uma reaproveita a captação da água da chuva e do dreno do sistema de ar-condicionado para uso nos vasos sanitários.

Todo o prédio segue as normas de acessibilidade (NBR 9050). Os banheiros adaptados contam com botão de pânico. Em todos os ambientes os interruptores e tomadas estão nas alturas adequadas, e as portas de todas as salas possuem largura de 90 cm.

 

Vá para o Topo