José Sarney


em Claudino Berlatto por

Comentário de Sarney sobre a Constituição de 1988: “Se essa Constituição for aprovada, o Brasil logo vai ficar inadministrável”. E realmente ficou. Faz bastante tempo que nossa Carta Magda foi alterada, ultrajada, destruída, desrespeitada e modificada para atender os interesses dos políticos corruptos.
Lembro-me, quando era guri, minhas calças eram tão remendadas que não sabíamos mais qual era a peça principal. Assim está nossa Constituição. Alterada para atender nossos políticos a fugirem das leis. Precisamos, urgentemente, de uma nova Constituição, simplificada, clara, séria e respeitada.
O ex-presidente estava com a razão. E assim continua nossa Pátria Amada, sendo administrada por corruptos, presidiários e políticos fora da lei. Precisamos excluir da sociedade esses criminosos lesa-pátria.

Reeleição
A reeleição é uma forma de proteção aos corruptos e deve acabar. Dinheiro para eleger políticos deve acabar. As pessoas devem se eleger por sua personalidade, por seus reconhecimentos, sua honradez e com seus próprios recursos. Imaginem esses bilhões aplicados em saúde, educação e infraestrutura do país?
Essa dinheirama toda é do povo. Com esse dinheiro estamos elegendo políticos que nem conhecemos! Tenho saudade de homens honestos para salvar o Brasil desses Ali Babás e de milhares de corruptos.

Os caras de pau da Assembleia Legislativa do PR
As excelências da Assembleia são autênticas caras de pau. Os deputados estaduais já recebem, a grande quantia de R$150,00 por mês e querem aumento. Esse valor corresponde a 159 salários mínimos. No PR, temos 399 municípios que também vão receber aumento. A isso chamamos administrar por causa própria.
Com esses salários, poderiam, muito bem, pagar suas reeleições. Isso é uma vergonha nacional! Para a saúde, educação e infraestrutura nunca há verba.

A corrupção no Brasil está generalizada e legalizada
Temos muitos nomes a serem lembrados. Gostaria de ter no governo um Brisola ou um Castelo Branco. Brisola porque queria criar escolas com tempo integral.
Queria também inverter os valores dos nossos impostos. A fatia maior ficaria para os municípios, estados e para a União ficaria o menor valor. Desta forma poderíamos fiscalizar melhor os recursos dos impostos.
Um Castelo Branco para organizar o Brasil e fazer com que a Constituição fosse cumprida e respeitada.