• Diretoria-de-Vigilância-Sanitária-realiza-treinamento-no-Planalto-Norte.jpg
    Treinamento visa melhora no preenchimento de formulários de vigilância

Diretoria de Vigilância Sanitária realiza treinamentos para municípios das ADRs de Mafra e Canoinhas


Técnicos fizeram treinamentos englobando questões de avanços dos casos de dengue no estado e necessidades de acompanhamento

em Estado SC por

Na tarde de segunda-feira, 11, em Mafra, técnicos da Vigilância Epidemiológica e Vigilância Sanitária das Gerências Regionais de Saúde das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) de Mafra e de Canoinhas, juntamente com técnicos  dos 13 municípios de suas áreas de abrangência, participaram de três treinamentos promovidos pela Diretoria de Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado da Saúde: Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS), Dengue e Vigidesastre.

Na primeira apresentação, sobre o Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde, foram explicadas as finalidades do PGRSS, que aponta e descreve as ações relativas ao manejo dos resíduos sólidos, observadas suas características e riscos, no âmbito dos estabelecimentos, contemplando os aspectos referentes à geração, segregação, acondicionamento, coleta, armazenamento, transporte, tratamento e disposição final, bem como as ações de proteção à saúde pública e ao meio ambiente. O treinamento se justifica porque muitos formulários vinham sendo preenchidos de forma incorreta ou incompleta.

Na sequência, os técnicos responsáveis pela dengue fizeram um treinamento focado na doença, tendo os vista os avanços dos casos em Santa Catarina e as necessidades de acompanhamento do desenvolvimento das ações da vigilância sanitária nos municípios, considerando que as denúncias dos agentes de controle das endemias têm sido incipientes.

Finalmente, os profissionais receberam um treinamento a respeito da Vigilância em Saúde Ambiental Relacionada aos Desastres Naturais (Vigidesastres), que tem como objetivo desenvolver um conjunto de ações continuadas para reduzir a exposição da população aos riscos de desastres como inundações, deslizamentos, secas e incêndios florestais, assim como a redução das doenças e agravos decorrentes deles. O treinamento priorizou o fortalecimento da capacidade de atuação do setor de saúde da esfera local como primeiro nível de resposta, explicitando as formas de atuação com o objetivo de permitir o planejamento, integração, monitoramento e gerenciamento das ações do setor da saúde diante de desastres.

O treinamento foi realizado pela chefe da Divisão de Riscos Ambientais, Denise S. M. Lopes, e pelos técnicos responsáveis pela dengue Antônio Anselmo Granzotto e Antônio Márcio G. da Silva.

A gerente de Saúde da ADR Mafra, Marlete Arbigaus, destacou a importância de tais treinamentos para que os profissionais possam sempre agir da forma mais eficiente e correta diante de situações como dengue ou d desastres naturais, além de contribuírem adequadamente no gerenciamento e destinação dos resíduos de saúde em cada município.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Vá para o Topo