Uniguaçu promove Roda de Conversas em comemoração ao Dia Internacional da Mulher


em Porto União e União da Vitória por

O evento que marca o Dia Internacional da Mulher deste ano foi realizado em um novo formato aqui na Uniguaçu. Com o tema “Bela, Recatada e do Lar? Só se ela quiser!”, os acadêmicos e a comunidade externa participaram de uma Roda de Conversas, promovida pela Uniguaçu e pelo Projeto Elas por Elas, realizada no Salão Nobre Prof. Edson Aires da Silva. O evento foi realizado durante a manhã e a noite do dia 8 de março e teve como objetivo promover um momento de discussão acadêmica, aproximando todos do empoderamento da mulher e da igualdade de gênero.

Uma das ideias deste ano foi mostrar a todos que lugar que mulher é onde ela quiser, seguindo aquilo que almeja, lutando e conquistando seu espaço. Representando a figura feminina dentro da Instituição, a professora Marta Borges Maia, Diretora Geral da Uniguaçu, brevemente falou sobre o empoderamento feminino e a importância de discutirmos este tema dentro de uma instituição de ensino.

A Roda de Conversas contou com a participação de profissionais ligadas ao tema, onde puderam debater de forma informativa e didática os temas abordados durante manhã e noite. Após todas as falas, o público presente pode tirar suas dúvidas e acrescentar nas falas das mediadoras e facilitadoras. Além de falar sobre o ciclo da violência contra a mulher, o papel de todas na sociedade e a luta histórica, a atividade trouxe dados ao público presente que impactaram, dados esses da nossa realidade do Vale do Iguaçu.

Quem passava pelos corredores da Instituição encontrava banners distribuídos com dados chocantes sobre a violência contra a mulher, trazidos para que todos realmente se impactassem e olhassem para o Dia Internacional da Mulher como um dia de luta das mulheres, um dia que deve ser comemorado a independência que todas conquistaram durante os anos, pois história é mobilidade e pode ser reescrita todos os dias.

Além disso, o espaço para fotos foi montado no hall do prédio CTU para que todos pudessem se inspirar nas plaquinhas de empoderamento. O dia foi marcado com movimentos pelo bem e pela igualdade. No intervalo, as colaboradoras e professoras da Instituição tiveram um momento para realçar ainda mais sua beleza, mostrando que por traz da fragilidade existe coragem e por traz da delicadeza existe força.

Segundo a professora Marta Borges Maia, a ação teve muito sucesso pois trouxe uma reflexão sobre o espaço da mulher na sociedade. “O evento foi fantástico! Tivemos vários depoimentos de pessoas que aprenderam muito e gostaram muito daquele momento.” Segunda ela, a Roda de Conversas aconteceu de uma maneira até inesperada, pois tivemos o envolvimento de muitas pessoas. O nível acadêmico foi grande e houve muita sintonia entre o público e as profissionais que realizaram o debate. “Foram várias áreas que culminaram em um momento bem completo de ideias. Eu acho que nós atingimos o objetivo principal que seria a discussão e que os acadêmicos percebessem que momentos como esse são importantes”, afirma a Diretora.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Última publicação de Porto União e União da Vitória

Vá para o Topo