• dengue.png

Semana nacional de mobilização para combate ao Aedes Aegypti movimenta as cidades


Ações em combate ao mosquito transmissor da dengue trazem conscientização para população

em Porto União e União da Vitória por

A população das cidades vive dias de conscientização para o combate ao mosquito transmissor da dengue. Com a chegada de dias mais quentes e condições climáticas propensas para a proliferação do mosquito, inúmeras ações são realizadas em prol do combate ao  Aedes Aegypti.

Em União da Vitória, população de alguns bairros é convidada a descartar materiais acumulados e objetos para descarte em frente às casas, equipes em mutirão realizarão recolhimento dos materiais. Em Porto União, uma Conferência Municipal de Saúde deve discutir ações relacionadas nesta quarta-feira, 25.

Ações que visam o combate e a conscientização ao mosquito transmissor da dengue estão sendo realizadas nas cidades desde a segunda-feira, 23. A mobilização visa a prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, e fazem parte da campanha nacional, que segue até sexta-feria, 27.

As áreas de Saúde, Assistência Social e Educação das prefeituras se unem em ações para conscientizar a população sobre o enfrentamento ao mosquito Aedes Aegypti. As atividades integradas com as equipes de Saúde e de Educação que envolvam a comunidade, além de mobilizar os trabalhadores, os usuários e beneficiários do Bolsa Família. O objetivo é ampliar a conscientização e os esforços no combate ao mosquito causador da dengue, zika e chikungunya.

 

Ações em Porto União

Hoje, quarta-feira, 25, acontece a Conferência Municipal de Saúde, que deve abranger vários temas relacionados, e na quinta-feira as ações serão realizadas nos distritos de São Miguel da Serra e de Santa Cruz do Timbó. Na sexta-feira, uma ação em conjunto com União da Vitória deve mobilizar diversos funcionários na divisa das cidades (Avenida Manoel Ribas encontro com Rua Matos Costa) a partir das 9h com ações até as 16h.

 

Ações em União da Vitória

A Secretaria Municipal de Saúde desenvolve as ações por meio da Vigilância Ambiental, e a mobilização segue um cronograma. Alguns bairros da cidade foram escolhidos devido à proximidade com o município vizinho, considerado infestado pelo mosquito. Hoje, 25 a mobilização é no bairro Rocio, e na quinta-feira no São Basílio Magno.

Durante as ações as equipes pedem que a população descarte os materiais que não utilizar em suas residências, que sejam propensos para o mosquito se reproduzir. Algumas atividades estão em conjunto com a Secretaria de Educação, que realiza nas escolas trabalhos de sensibilização, com ações de prevenção e eliminação dos focos de mosquito.

 

Orientações para evitar a proliferação do Aedes aegypti:

– Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda;

– Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;

– Mantenha lixeiras tampadas;

– Deixe os depósitos para guardar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;

– Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;

– Trate a água da piscina com cloro e limpe uma vez por semana;

– Mantenha ralos fechados e desentupidos;

– Lave com escova os potes de comida e de água dos animais, no mínimo, uma vez por semana;

– Retire a água acumulada em lajes;

– Dê descarga no mínimo uma vez por semana em banheiros pouco usados;

– Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;

– Evite acumular entulho, pois podem se tornar locais de foco do mosquito da dengue.

– Denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde;

– Caso apresente sintomas de dengue, chikungunya ou zika vírus, procure uma unidade de saúde para atendimento

Vá para o Topo