• Semana-nacional-de-mobilização-para-combat.png

Semana nacional de mobilização para combate ao Aedes Aegypti agita cidades


Ações conjuntas em Porto União e União da Vitória combatem mosquito transmissor da dengue

em Porto União e União da Vitória por

A Semana Nacional de Mobilização para Combate ao Aedes Aegypti movimentou Porto União e União da Vitória desde a segunda-feira, 23. Inúmeras ações de mobilização, prevenção e combate foram realizadas em diversos locais das cidades em prol do combate à dengue até esta sexta-feira 27.

As mobilizações envolveram vários setores das prefeituras em prol do combate à dengue. Na segunda-feira as equipes da Vigilância Ambiental do município de Porto União realizaram visitas em todos os postos de saúde, para orientar os funcionários e população, e na terça-feira reuniões e palestras ocorreram em setores da prefeitura. Na quarta-feira a Conferência Municipal de Saúde tratou temas relacionados, além da inclusão e acessibilidade a serviços.

Na quinta-feira as ações foram realizadas nos distritos de São Miguel da Serra e de Santa Cruz do Timbó e para encerrar uma ação em conjunto com União da Vitória mobilizar diversos funcionários na divisa das cidades na sexta-feira.

Conforme comenta Severina Pecharki, supervisora de campo da vigilância ambiental de Porto União “Com as atividades de orientação e conscientização da população, talvez a situação melhore”, comenta Severina. Mesmo com os trabalhos realizados, o que mais preocupa é o desrespeito da população. “A maior preocupação é com a quantia de lixo doméstico que encontramos em terrenos baldios, algumas pessoas não procuram lixeiras quando precisam descartar pequenos materiais, e os deixam nos terrenos baldios”, ressalta Severina.

O descarte inadequado de materiais e lixo é um dos fatores de proliferação do mosquito.  Em União da Vitória a Secretaria Municipal de Saúde irá desenvolver ações por meio da Vigilância Ambiental, e a mobilização seguiu um cronograma em alguns bairros da cidade. As ações aconteceram nos bairros Limeira, Rio da Areia, Rocio, e no São Basílio Magno, visando a retirada de entulhos e materiais de descarte, lixos e móveis abandonados em locais inapropriados.

Atividades em conjunto com a Secretaria de Educação realizaram nas escolas trabalhos de sensibilização, com ações de prevenção e eliminação dos focos de mosquito.

 

Orientações para evitar a proliferação do Aedes aegypti:

– Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda;

– Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;

– Mantenha lixeiras tampadas;

– Deixe os depósitos para guardar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;

– Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;

– Trate a água da piscina com cloro e limpe uma vez por semana;

– Mantenha ralos fechados e desentupidos;

– Lave com escova os potes de comida e de água dos animais, no mínimo, uma vez por semana;

– Retire a água acumulada em lajes;

– Dê descarga no mínimo uma vez por semana em banheiros pouco usados;

– Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;

– Evite acumular entulho, pois podem se tornar locais de foco do mosquito da dengue.

– Denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde;

– Caso apresente sintomas de dengue, chikungunya ou zika vírus, procure uma unidade de saúde para atendimento

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Vá para o Topo