Saúde premia 11 unidades de saúde de Irati


Elas foram avaliadas em 105 itens, que vão desde itens básicos da estrutura física, como a identificação dos espaços dentro das unidades, os processos de trabalho, até o atendimento recebido pela população

em PR Sul por

Unidades básicas de saúde da regional de Irati receberam nesta terça-feira, 12, Selos de Qualidade na Atenção Primária em Saúde. Ao total, 11 unidades atingiram os requisitos necessários e receberam o selo bronze, concedido pela Secretaria de Estado da Saúde. A entrega foi feita pelo secretário Michele Caputo Neto, aos municípios de Fernandes Pinheiro, Imbituva, Inácio Martins, Mallet e Rebouças.

Os Selos fazem parte do Programa de Apoio e Qualificação da Atenção Primária do Paraná (Apsus), iniciativa do Governo do Estado que visa capacitar profissionais, equipar unidades e melhorar os serviços oferecidos aos paranaenses que buscam por atendimento nos municípios.Para receber o selo bronze, os municípios são avaliados em 105 itens, que vão desde itens básicos da estrutura física, como a identificação dos espaços dentro das unidades, os processos de trabalho, até o atendimento recebido pela população. As unidades que receberam o selo vinham se preparando há mais de um ano. Em, 2017, nove municípios da regional de Irati aderiram ao programa de qualificação e 27 unidades estão em processo de tutoria.

TUTORIA – O processo de tutoria é a segunda etapa, da vertente de educação permanente do Apsus. Implementado em 2014, o projeto já beneficia 902 unidades básicas em 312 municípios.

A tutoria consiste em uma metodologia instituída pela Secretaria da Saúde para fortalecer e qualificar o atendimento nos municípios. Segundo o superintendente de atenção à saúde, Juliano Gevaerd, essa é uma maneira de o Estado apoiar as unidades na prática, no dia a dia das ações de saúde.

IMPACTO – O impacto gerado pelo processo de tutoria e a conquista dos selos aumenta a capacidade dos municípios oferecerem serviços com maior qualidade na base do sistema, o mais perto de onde as pessoas vivem.

 

Vá para o Topo