• FOGO-4.jpeg
  • nene.jpg
    Foto: reprodução facebook

Reviravolta em caso de incêndio no Hotel Neumann


O proprietário e dentista pode ter sido morto antes do incêndio

em Plantão por

Uma informação no final da tarde desta quarta-feira, 13, causou uma reviravolta no caso do incêndio do Hotel Neumann, onde o dentista Gilberto Schumann Filho, de 53 anos, conhecido como Nêne, foi encontrado morto dentro do seu consultório, que funcionava anexo ao hotel.

Segundo repassou para a reportagem do jornal O iguassu, o delegado chefe da 4ª Subdivisão Policial, Dr. Douglas Possebon Freitas confirmou que há uma investigação sobre o possível homicídio, já que a perícia feita no corpo da vítima confirmou três perfurações superficiais por objeto cortante no tórax, braço e perna. Também foi constatado que Gilberto pode ter sofrido uma pancada forte em sua cabeça.

A polícia agora investiga com o apoio do IML de União da Vitória e com o apoio Instituto de Criminalística para investigar como ocorreu sua morte. A frente investigada é que ele teria recebido as supostas facadas, e a pancada na cabeça e desmaiado, acabando por falecer devido à inalação do gás da fumaça do incêndio. A polícia suspeita que o incêndio possa ter sido causado. No hotel ainda havia quatro hospedes, que serão ouvidos pela polícia.  As investigações estão sendo comandadas pelo delegado chefe Douglas Possebon Freitas e pelo delegado adjunto Rafael Pereira.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*