• Jesus-A-Esperança-7.jpg
  • Jesus-A-Esperança-5.jpg
  • Jesus-A-Esperança-1.jpg

Porto União recebe a estreia da longa-metragem “Jesus, A Esperança”


Longa-metragem sobre a Paixão de Cristo filmado de forma independente no Paraná envolveu um elenco de mais de 500 pessoas

em Porto União e União da Vitória por

Na cidade de Arapongas, no Norte do estado do Paraná, um grupo que encena há 20 anos um espetáculo sobre a Paixão de Cristo conseguiu realizar o objetivo de transformar em filme a mais conhecida história da Bíblia. “Jesus, A Esperança” chega aos cinemas nesta quinta-feira,14, nas salas da rede Cine Gracher, nas cidades de Arapongas, Pato Branco (ambas no Paraná), Brusque e Porto União (Santa Catarina).

O projeto de realizar este longa-metragem sobre a história de Jesus Cristo foi iniciado pelo grupo cênico Mãe do Céu, produzido com recursos próprios, contando com um grande apoio da comunidade local. O elenco tem mais de 500 figurantes, além dos atores do grupo, que a partir desta produção, criou seu braço cinematográfico, a Mãe do Céu Films.

Para a realização deste longa-metragem, foi utilizada toda a estrutura e equipe do grupo teatral, como cenógrafos, figurinistas, maquiadores, iluminadores e diversos colaboradores de outros setores, totalizando cerca de 600 pessoas, entre elenco e equipe. Foram 5 meses de trabalho, envolvendo produção, filmagem, edição, pós-produção e finalização do filme.

As filmagens foram realizadas no segundo semestre de 2016 em duas cidades do interior do Paraná. Em Arapongas havia um set de filmagens que reproduzia o Palácio de Pilatos e a Casa de Herodes. Já na área rural de Sabáudia foram feitas boa parte das cenas a céu aberto, incluindo os milagres de Jesus, a Via Crúcis e a crucificação.

Além das cidades iniciais de estreia, “Jesus, A Esperança” se prepara para estrear em breve em Londrina, Maringá, Curitiba e São Paulo, além de cidades menores do interior paranaense. “O filme está sendo muito aguardado na região e também em outras localidades do estado, onde temos feito um trabalho juntos às comunidades, que aguardam pela estreia em suas cidades”, afirma Luiz Vechiatto araponguense que dirige o grupo teatral e interpreta Jesus Cristo há mais de 20 anos. A distribuição do filme é feita pela Moro Filmes, de Curitiba.

Sobre o diretor
A direção ficou por conta de Semi Salomão, jovem talento do cinema nascido na cidade vizinha Apucarana, que aos 35 anos já dirigiu uma dezena de longas-metragens dos mais diversos gêneros, além de curtas, animações e programas de TV. “Fui convidado pelo Luiz Vechiatto, do grupo Mãe De Deus. O filme já estava em produção, e vi que havia uma boa estrutura, equipe e figurino, então abracei a causa mesmo nunca tendo feito um filme de temática religiosa. Cada trabalho é um desafio”, comenta o diretor, que afirma ter chegado a um resultado atrativo para os expectadores. “É um filme bem movimentado, com muitas cenas de ação. Eu busquei algo universal, que chama o público”, completa.

“Jesus, A Esperança” é 10º longa-metragem de Semi Salomão, que topou o desafio de produzir um filme com não atores, a partir da experiência cênica do grupo. Ele ministrou um workshop e aulas de preparação, ensinando técnicas de interpretação para cinema em um curto espaço de tempo. “Procurei captar o melhor de cada pessoa, para extrair sentimento”, afirma.

O filme narra a história de Jesus Cristo pela perspectiva bíblica, baseada nos quatro evangelhos sinóticos, retratando sua vida pública, os milagres, a conspiração em torno de sua existência, sua morte e ressurreição. “Jesus, A Esperança” traz uma mensagem de amor e respeito ao próximo, às vésperas do Natal.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Vá para o Topo