Ocorrências policiais

Mulher é presa por divulgar blitz no WhatsApp em Canoinhas


Polícia Militar alerta que fazer esse tipo de alerta é crime

em Policial por

Uma mulher foi presa na rua Frei Menandro Kamps, em Canoinhas, na tarde desta quarta-feira, 22, por estar divulgando a realização de blitz policial na rua Vereador Guilherme Prust, no início do distrito do Campo d’Água Verde.

Durante a realização da operação, foram abordados 200 veículos, sendo feitas 27 autuações e lavrado um boletim de ocorrência justamente contra a jovem que estava divulgando a operação policial em grupos do WhatsApp.

Os policiais chegaram até a moça depois que uma das pessoas que recebeu o alerta de blitz a denunciou aos policiais militares. Eles localizaram a moça e constataram a denúncia ao verificar seu telefone celular.

Diante dos fatos a jovem foi presa e conduzida para a Delegacia. O aparelho celular, com o registro das mensagens, também foi apreendido.

A Polícia Militar orienta por meio de nota que não se divulgue blitz. “Toda vez que você divulga uma blitz, você está colaborando com os bandidos que usam motos para matar e assaltar inocentes. Está avisando aos alcoolizados que poderiam atropelar e matar você ou alguém de sua família. Ou ainda, está avisando algum ladrão que acabou de roubar um carro/moto de um inocente trabalhador”, diz a PM na mesma nota.

Fonte: Portal JMais

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Vá para o Topo