• jornais20.09.17.png

Manchetes: Temer ignora crise e fala em ‘novo Brasil’


Confira as manchetes dos principais jornais do país desta quarta

em Nacional por

Confira as manchetes dos principais jornais do país desta quarta-feira, 20: Temer ignora crise e fala em ‘novo Brasil’.

Notícias dos jornais O Globo, O Estado de São Paulo e Folha de São Paulo.

 

O Globo

Manchete: Trump faz discurso belicoso na ONU e alarma o mundo
Até líderes de países aliados dos Estados Unidos condenaram o discurso do presidente americano, Donald Trump, na Assembleia Geral da ONU. Em tom agressivo, estranho a um fórum multilateral, Trump ameaçou “destruir totalmente” a Coreia do Norte, país de 25 milhões de habitantes; atacou o acordo nuclear com o Irã, que classificou de “embaraço para os EUA”; e sugeriu que agirá contra o governo do venezuelano Maduro. A reação mais imediata foi do francês Macron, que defendeu “o bom” acordo com o Irã e disse que a França segue acreditando no diálogo com os norte-coreanos. Já o israelense Netanyahu apoiou Trump.

Raquel só mantém dois da Lava-Jato
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, manteve apenas dois dos dez procuradores da equipe da Lava-Jato. As delações devem ter menos peso a partir de agora. Entre suas diretrizes estão o aprofundamento das investigações, a técnica e a discrição.

Temer ignora crise e fala em ‘novo Brasil
Em discurso na ONU, o presidente não mencionou as denúncias e defendeu as reformas. Criticado na área ambiental, citou queda no desmatamento.

 

O Estado de S. Paulo

Manchete: Deputados rejeitam sistema do distritão para eleição de 2018
Em votação que encerrou uma discussão de meses, o plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, na noite de ontem, a mudança do sistema de eleição para o Legislativo do País. Os parlamentares recusaram a proposta de transição do atual sistema, chamado de proporcional, para o distritão nas eleições de 2018, quando serão eleitos deputados estaduais e federais, e de 2020, para a escolha de vereadores. Em 2022, entraria em vigor o distrital misto. A proposta de emenda à Constituição teve 205 votos favoráveis, mas, por se tratar de uma PEC, eram necessários 308 para sua aprovação. Votaram contra o texto 238 deputados. A matéria foi derrubada em primeiro turno e não pode mais ser discutida no Congresso Nacional neste ano.

O time de Raquel Dodge
A procuradora-geral Raquel Dodge oficializou a troca da equipe do MPF na Lava Jato. Ela manteve dois auxiliares de Janot no time.

Trump vai à ONU e ameaça ‘destruir’ a Coreia do Norte
O presidente dos EUA, Donald Trump, fez sua estreia na ONU com um discurso nacionalista e belicoso, no qual ameaçou “destruir totalmente” a Coreia do Norte, atacou os governos de Irã, Venezuela e Cuba e fez uma defesa enfática de Estados soberanos fortes. “A Coreia do Norte tem de reconhecer que a desnuclearização é seu único futuro aceitável”, disse Trump, que se referiu ao ditador Kim Jong-un como “homem- foguete em missão suicida”. As palavras “multilateralismo” e “negociação” não foram mencionadas. O presidente Michel Temer também discursou.

 

Folha de S. Paulo

Manchete : Novo tremor no México causa morte e destruição
Doze dias após tremor no sul do país, um abalo de magnitude 7,1 atingiu ontem a Cidade do México e mais seis Estados. A tragédia, que deixou ao menos 149 mortos, coincidiu com o dia em que se completaram 32 anos do sismo que matou 10 mil. De acordo com o Itamaraty, não havia registro de brasileiros entre os mortos. O tremor derrubou pontes e passarelas, abriu fenda no acesso a terminal do aeroporto e causou rachadura no teto do estádio Azteca. Na hora do abalo, o presidente Enrique Pena Nieto viajava a Oaxaca, Estado mais afetado no dia 7.

Na ONU, Trump ameaça destruir a Coreia do Norte
Em discurso na Assembleia Geral da ONU, o presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou “destruir totalmente” a Coreia do Norte se o ditador Kim Jong-un, que tem promovido testes com mísseis, continuar a ameaçar seu país e aliados. No mesmo evento, o presidente Michel Temer disse que no último ano o Brasil reduziu mais de 20% do desmatamento na Amazônia. Ele não citou a crise política no país.

STF decide hoje se trava denúncia contra Temer
O ministro Edson Fachin, do STF, rejeitou solicitação de Temer para devolverá Procuradoria-Geral a nova denúncia contra ele, sob o argumento de que julgamento sobre pedido para suspender a tramitação da acusação já começou. O debate na corte será retomado hoje.

Vá para o Topo