Reflexões na Coluna Primeiro Plano

Limitações


em Primeiro Plano por

Li um texto esta semana que segundo algumas teorias exotéricas, entramos em 2017 em uma nova fase planetária, regida por saturno. Vou resumir, no texto falava que Saturno irá deixar bem claro que existem limites para tudo. E isso é um coisa que sempre falo aqui, é preciso acima de tudo que haja limites. Respeito ao indivíduo sim, mas desde que isso não ultrapasse o limite do respeito coletivo. Porque não somos seres sozinhos. Vivemos em comunidade. E nos últimos tempos vemos redes de televisão e as redes sociais transformarem o indivíduo em algo acima do coletivo. Isso não existe, o indivíduo para merecer respeito, tem antes que respeitar. Não falo de um tema específico, falo de tudo. Precisamos respeitar o próximo nas suas opiniões, nas suas crenças, nas suas decisões, apenas quando tudo isso não sobrepõe o que o coletivo precisa.

IML
Existe uma coisa (obscura) na indústria automobilística que se chama defeito fabricado. Isso se tornou possível depois que a tecnologia entrou nos veículos e permite que ‘chips’ controlem o funcionamento de diversas partes do funcionamento do mesmo. E um dia, o ‘chip’ avisa que uma peça está enguiçada e então o problema aparece. Cheguei a conclusão que mesmo sem tecnologia, os políticos já utilizavam este esquema do ‘problema fabricado’. Exemplo disso é o IML de União da Vitória. Todo mundo sabia que era preciso fazer concurso para a contratação de novos funcionários, mas os políticos deixam acontecer o problema para depois se colocarem como salvadores da pátria e então resolverem o problema. Enquanto isso a população paga, é penalizada. Se sabiam que não haveria continuidade, então porque não foi tomado atitude antes. Porque deixar o problema acontecer. É para isso que pagamos os salários de milhares de comissionados no Governo do Estado. Incompetência que não podemos aceitar mais.

 

Última publicação de Primeiro Plano

Vá para o Topo