Irineópolis implanta Sala de Situação contra o mosquito Aedes aegypti


A decisão partiu devido ao grande número de focos encontrados em Porto União

em SC Planalto por

A detecção de focos do Aedes aegypti em Porto União motivou a Secretaria de Saúde de Irineópolis a implantar a Sala de Situação para gerenciamento e controle das ações de combate ao mosquito, que além da dengue também é transmissor da febre Chikungunya e Zika Vírus. Desde 2015 não há registro de focos no município.

A Sala de Situação é formada por profissionais de diferentes áreas, que desempenham funções específicas na definição de estratégias e planejamento de ações de combate ao Aedes aegypti. Na implantação da sala de situação, foi apresentado o plano de contingência para o enfrentamento das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. O documento, elaborado por profissionais da secretaria de saúde do município, apresenta informações como os cinco níveis de alerta com seus respectivos indicadores, além de nortear ações de vigilância, controle e assistência aos pacientes.

De acordo com informações disponibilizadas pela secretaria de Saúde no Plano de Contingência, entre janeiro e novembro de 2017 foram identificados 10.361 focos do mosquito Aedes aegypti, em 144 municípios catarinenses. Neste mesmo período em 2016, haviam sido identificados 6.601 focos em 134 cidades. O número de focos de 2017 é 57,0% maior quando comparado ao mesmo período de 2016.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Vá para o Topo