Gritos e Sussurros da Cultura


em Porto União e União da Vitória por

Fora dos círculos privados a cultura quase desapareceu, o que existe é uma pequenina, quase microscópica fagulha que alimenta a chama da Cultura oculta, essa que busca um verdadeiro sentido, que transcende o homem. Aquela, do círculo privado, está presa às correntes ideológicas e carimbada com selo de qualidade de algumas instituições, que ao final fornecem um pergaminho para completar o círculo, que Dantescamente condena o homem.

Numa sociedade devastada e entregue a miséria humana dos dois tipos, apenas uma vai sobreviver, aquele que atrair mais “intelectuais”, gerar mais lucro e trazer um retorno aos esfomeados consumidores dessa parafernália cultural. Fomentada por meia pataca espalham-se com um sucesso estúpido anestesiando a inteligência.  Incapaz de livrar-se desse tipo de inteligência, transforma os homens num “imbecil coletivo” que lutando por idéias perversas, a qual muitas vezes nem sequer sabem a origem, fazendo-os girar em falso em torno da idiotice consagrada.

É num cenário devastado e miserável que essa fagulha ilumina as trevas da ignorância, em Porto União da Vitória temos uma fagulha que não só ilumina mas alimenta quinzenalmente a luz de um novo mundo cinematográfico. Trazendo para os sábados monótonos uma cura para os males dessa miséria humana, através do imaginário oferecemos um mundo com imagens encantadoras que nos levam para além da tempestade, além da névoa, para um novo sentido da vida real e o preço é entender o que está acontecendo, por mais árduo que seja, as coisas vão acontecendo enquanto o filme passa.

E não poderia ser diferente nesse sábado, 10, às 20 horas o CineClube Agulheiro 310 estará plenamente transcendendo a condição humana, apresentando uma opção cultural entre ‘Gritos e Sussurros” exibindo a magnífica obra cinematográfica de Ingmar Bergman. Prestigie esse momento único na antiga estação ferroviária de Porto União da Vitória.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*