Empresa vencedora de licitação da Ponte é habilitada pelo DER


O anúncio foi feito pelo Prefeito Santin Roveda no início da tarde

em Porto União e União da Vitória por

O Departamento de Estrada e rodagem (DER) do Paraná divulgou oficialmente na manhã desta quinta-feira, 01, o resultado da habilitação da empresa vencedora da licitação da Ponte José Richa, que liga o centro de União da Vitória ao Distrito de São Cristóvão. Ou seja, a documentação da empresa vencedora da licitação está em conformidade com a o que solicitou o edital de licitação.

Segundo informou o Prefeito, agora por lei, deve-se esperar mais cinco dias para uma possível impugnação, caso contrário o processo segue normalmente.

“Vamos em frente, sempre trabalhando para o desenvolvimento do nosso município. A ponte é uma realidade e que vai ajudar muito a nossa cidade. Tem que parabenizar o governo do estado e ao DER que vem mostrando competência agilidade nesse processo”, destacou.

Segundo o Prefeito Roveda, o início das obras deve acontecer no primeiro semestre deste ano

A licitação da ponte aconteceu no dia 11 de janeiro e o consórcio vencedor da concorrência é formado pelas empresas CSO Engenharia e Construção e Legnet Engenharia e ofereceu o menor preço do certame: R$ 24,5 milhões.

Segundo o prefeito, ao município coube indenização das áreas desapropriadas, as licenças ambientais que já foram resolvidas, e a manutenção da ponte após sua conclusão. A nova ponte de 492,8 metros será construída entre a rua Coronel Amazonas e a avenida Paula Freitas e vai desafogar o trânsito entre o centro da cidade e o distrito de São Cristóvão. Além disso, criará uma nova alternativa para acesso a outros cinco bairros, a BR-476 e a cidade de Paula Freitas.

O prefeito disse que a ponte atenderá uma região de mais de 25 mil moradores. “Esse investimento não beneficia só um bairro, mas todo os moradores de União da Vitória. Não tínhamos um investimento como este desde o governo José Richa, que construiu a primeira grande ponte do município. Com a nova ponte teremos a possibilidade da instalação de novas empresas na cidade”, disse à época do resultado da licitação.