Category archive

Estado SC

Primeiro dia de Jasti em Gaspa exalta satisfação acima da competição

em Estado SC por

 Foto: Heron Queiroz/Fesporte

Dona Ivoni Werner, agricultora aposentada de 75 anos, de Seara, saía da cancha de bolão 23 da Sociedade Recreativa Salto do Norte, na tarde desta terça-feira, 21, em Gaspar, com um sorriso no rosto. Na mão direita, a carteira de identidade e, na esquerda, o bolão, instrumento responsável por ela derrubar 124 pinos dos 180 possíveis. A felicidade tinha um motivo: acabara de estrear na etapa estadual da 12ª dos Jogos Abertos da Terceira Idade de Santa Catarina (Jasti), evento para idosos, com idade a partir de 60 anos, promovido pelo Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Gaspar.

Na outra cancha, uma cena quase idêntica era repetida por Mário Haverroth, o seu Mário, metalúrgico aposentado de 62 anos, de Salete, que derrubou 152 pinos em sua partida de estreia. Assim como dona Ivoni e seu Mário, os cerca de 2.300 atletas de 178 municípios estrearam com toda a intensidade nas modalidades de voleibol, bocha, bolão 23, canastra, dominó, truco e dança folclórica. Foi apenas o primeiro dia dos quatro que estão programados de evento, que encerra sexta-feira, dia 24.

Acostumada a plantar arroz, feijão, milho, mandioca e tirar leite de vaca na propriedade da família, em Seara, o bolão para dona Ivoni representa algo mais importante de que uma medalha de campeã. “Isso aqui é um divertimento, meu filho. Parece que a gente faz até física”, diz.

 Foto: Antonio Prado/Fesporte

Se a incerteza nas palavras surgem, o mesmo não acontece quando o assunto é o amor pelo bolão. “Jogo todas as quintas-feiras por uma hora na Sociedade Recreativa Searense”, diz ela, que é mãe de quatro filhos, que lhe deram quatro netos. “O bolão é um esporte maravilhoso, assim como os Jasti, onde eu conheço novas pessoas e outros lugares e me faz sentir viva”. 

Seu Mário concorda: “Os Jasti são bons para a saúde”, diz ele, com a consciência que jamais será campeão. “Não tem problema. Isso aqui é para participar. Jogo bolão porque gosto”.

O pensamento de seu Mário personifica a filosofia dos Jasti: promover o esporte de inclusão como política de estado.


Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte – Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: [email protected]
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

 


Source: Governo SC

Secretaria promove Semana Estadual de Ações de Defesa Civil

em Estado SC por

 Foto: Decom/Prefeitura de Criciúma

Localizada no maior corredor meteorológico da América do Sul, Santa Catarina registra os mais variados fenômenos climáticos. Sendo assim, é de extrema importância que a sociedade esteja preparada para os mais diferentes tipos de eventos, preservando, assim, vidas e reduzindo prejuízos. Contando com essas características, a Secretaria de Estado da Defesa Civil (SDC) promove a Semana Estadual de Ações de Defesa Civil, em alusão aos 46 anos da pasta.

Cada Cigerd (Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres) regional preparou, entre os dias 20 e 24 de maio, uma série de ações que estão a disposição da população. Em Criciúma, por exemplo, nesta segunda-feira, 20, um espaço especial foi montado na praça Nereu Ramos para atender a população em parceria com a Defesa Civil Municipal. No dia 25 de maio, a ação ocorre no Parque das Nações, também em Criciúma, das 10 às 17 hs.

Segundo o secretário estadual, João Batista Cordeiro Júnior, todas as ações realizadas hoje são resultado de muito trabalho em prol dos catarinenses. “Nestes 46 anos, a nossa Defesa Civil teve uma enorme evolução e hoje se destaca nacional e internacionalmente pelo trabalho de muitos homens e mulheres abnegados”, reforçou.

Maiores informações sobre a programação regional estão a disposição em um dos Cigerd’s espalhados pelo estado. (Araranguá, Blumenau, Canoinhas, Caçador, Concórdia, Chapecó, Criciúma, Curitibanos, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville,  Joaçaba, Lages,Maravilha, Rio do Sul, São Miguel do Oeste, Taió, Tubarão e Xanxerê).

Em Florianópolis, serão realizadas diversas palestras com interação entre todas as Regionais por meio de videoconferência, um grande simulado de evacuação no Cigerd e palestras. Dentre elas “Psicologia das Emergências e Desastres”, que será ministrada pelo Cel Luiz Antônio Cardoso. (Ver programação abaixo.)

Ainda alusivo à Semana Estadual de Defesa Civil, será realizado, nos dias 30 e 31 de maio, o “Seminário de Proteção e Defesa Civil: Incêndios Florestais, Barragens e Inteligência como estratégia em Redução de Riscos e Desastres (RRD)”. O evento será realizado no auditório “C” da UNISUL, Campus Pedra Branca, em Palhoça.

Na oportunidade, será debatido o grau de impacto das mudanças climáticas no desencadeamento de desastres, tais como as estiagens, incêndios florestais e eventos intensos pluviométricos associados a rompimentos de barragens. Da mesma forma a importância da adoção de práticas de inteligência e segurança que minimizem os efeitos, dinâmicas sócio econômicas e a vulnerabilidade social dos eventos citados.

Durante o seminário serão promovidos debates e a exposição de cases, práticas e lições Aprendidas. O evento é realizado em parceria com as organizações que integram o Comitê Técnico Científico junto com a SDC. Dentre elas: Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Instituto Federal Catarinense ( IFC), Instituto Federal de Santa Catarina( IFSC),  Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Associação Brasileira de Pesquisa Científica, Tecnológica e Inovação em Redução de Riscos e Desastres (ABPRRD). O evento é realizado com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC).

Informações e Inscrições estão disponíveis no site ouno site ou nas redes sociais da Defesa Civil de Santa Catarina.

PROGRAMAÇÃO DO SEMINÁRIO DE DEFESA CIVIL

DIA 30/5 (QUINTA)
8:00 às 11:00 – CREDENCIAMENTO
9:00 às 9:30 – CERIMÔNIA DE ABERTURA
9:30 às 10:15 – PALESTRA DE ABERTURA
10:15 às 12:00 – SESSÃO TEMÁTICA: MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE
13:30 às 15:00 – SESSÃO TEMÁTICA: SEGURANÇA EM BARRAGENS E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL
15:00 às 15:15 – COFFEE BREAK
15:15 às 17:30 – PRÁTICAS E LIÇÕES APRENDIDAS

DIA 31/5 (SEXTA)
9:30 às 11:00 – SESSÃO TEMÁTICA: INCÊNDIOS FLORESTAIS
11:00 às 12:00 – PRÁTICAS E LIÇÕES APRENDIDAS
13:30 às 15:00 – SESSÃO TEMÁTICA: INTELIGÊNCIA COMO ESTRATÉGIA EM RRD
15:00 às 15:15 – COFFEE BREAK
15:15 às 17:15 – PRÁTICAS E LIÇÕES APRENDIDAS

DIA 1/6 (SÁBADO)
10:00 às 12:00  – VISITA GUIADA CIGERD


Informações adicionais para a imprensa
Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil – SDS
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: [email protected]
Site: www.defesacivil.sc.gov.br


Source: Governo SC

Governo do Estado discute investimentos na Educação e avança em parceria com TRE

em Estado SC por


Fotos: Maurício Vieira / Secom

Investimentos para a Educação estiveram em pauta na reunião realizada nesta segunda-feira, 20, entre o governador Carlos Moisés e os secretários de Estado da Educação, Natalino Uggioni, da Casa Civil, Douglas Borba, e da Fazenda, Paulo Eli. As medidas serão para fomentar trabalhos pedagógicos como formação de professores e programas educacionais.

“Estamos preparando anunciar um plano de investimentos que visa fortalecer a rede estadual de ensino de Santa Catarina. É a nossa prioridade subsidiar professores e alunos com qualidade na aprendizagem em sala de aula”, afirma o governador.

De acordo com o secretário Uggioni, o aporte, que está em análise, também será para inovação no ambiente escolar. “Estamos seguindo diretrizes de como podemos realizar mais investimentos em tecnologia, em atividades para estimular o senso de pertencimento do aluno na escola, a qualificação e a capacitação dos professores para este cenário”, aponta.

Educação e TRE

Em seguida, foram realizadas tratativas com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE), Cid José Goulart, e o juiz Wilson Pereira Júnior, diretor da Escola Judiciária Eleitoral de Santa Catarina, para reforçar parceria que estimula os alunos do ensino médio que já completaram os 16 anos a exercer o papel de cidadãos por meio do voto.

O projeto “Eleitor do Futuro, Educação para a Cidadania”, que propõe reflexões por meio de ações voltadas à cidadania, lançado no fim de 2017, terá continuidade nas escolas estaduais. A ideia é este ano oferecer formação aos diretores e professores das escolas. “Falamos dos direitos e dos deveres dos cidadãos aos nossos alunos. É um diferencial que levamos às nossas escolas, que é o pleno exercício da cidadania”, relata Uggioni.

Na prática, são promovidas palestras e ações que estimulam os jovens na participação de decisões democráticas. Em 2018, houve a oportunidade de alunos simularem uma votação para se familiarizarem ao momento do voto. “Com a parceria, queremos fomentar o número de jovens eleitores, já que esses estão dentro das escolas estaduais e, além disso, é tornar quem está na sala de aula multiplicador dessa ação”, finaliza o presidente do TRE.

Nos próximos dias, será agendado novo encontro entre equipes da Secretaria de Estado da Educação e TRE para definir as atividades e as regiões em que elas serão realizadas.

Informações adicionais para a imprensa

Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação – Secom
E-mail: [email protected]
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br  
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Dafnée Canello – (48) 3664-0347 / 99682-6562
E-mail: [email protected]
Site: www.sed.sc.gov.br 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED


Source: Governo SC

Detran envia alertas sobre vencimentos dos débitos dos veículos

em Estado SC por

Boa notícia para quem esquece as datas de vencimento de IPVA, licenciamento e seguro obrigatório do veículo. Já está disponível no Portal Digital do Detran a opção de avisos via e-mail. Trinta dias antes do prazo para quitação da primeira parcela do IPVA, o sistema envia um lembrete ao proprietário com todos os débitos do veículo. A ferramenta desenvolvida pelo Centro de Automação e Informática do Estado de Santa Catarina (Ciasc) contribui para evitar consequências e transtornos devido à falta de pagamento, além de ser mais uma comodidade oferecida ao cidadão catarinense.

Para receber os alertas basta se cadastrar no Portal Digital do Detran, ir em Configurar Notificações e autorizar o envio do informativo, que será encaminhado dia 10 do mês anterior ao vencimento da primeira cota do IPVA, exceto para vencimentos em janeiro, visto que o débito só é gerado após a virada do ano. Neste caso, o e-mail será enviado cerca de 10 dias antes do vencimento.

Por exemplo, no próximo dia 10 de junho, a funcionalidade será executada e enviará lembretes para todas as pessoas que tenham autorizado, e cuja primeira cota do IPVA vença no dia 10 de julho.

Em funcionamento desde abril deste ano, o Portal Digital do Detran oferece os serviços de envio de e-mails com avisos do vencimento da CNH, das penalidades, e notificação de autuação recente, que juntos, somam 308.834 envios até hoje.

Em breve serão implantados serviços referentes à solicitação e emissão online de documentos como Certidão de Propriedade de Veículos, Certidão de Baixa de Veículo, Certidão para Seguro e Certidão de Registro de CNH.

A expectativa é que haja redução anual do fluxo de pessoas em até 110 mil atendimentos nos órgãos de trânsito de todo o Estado.

Informações para a imprensa:
Janaina Guliato
Assessoria de Imprensa
Detran/SC
[email protected]


Source: Governo SC

Exportações do agronegócio catarinense crescem 7,7% em 2019

em Estado SC por


Foto: MB Comunicação / Divulgação 

De janeiro a abril de 2019, o faturamento do agronegócio catarinense cresceu 7,7% na comparação com o mesmo período do ano passado. Com a abertura de novos mercados, o setor responde por 63,7% das exportações catarinenses neste ano. Os embarques de carnes, produtos de origem vegetal e florestal renderam ao Estado um faturamento de US$ 1,75 bilhão nos quatro primeiros meses deste ano.

O grande diferencial do setor agropecuário catarinense está no cuidado com a defesa e saúde animal. O Estado se tornou referência internacional em sanidade agropecuária, sendo reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como área livre de febre aftosa sem vacinação e área livre de peste suína clássica. São esses os atributos que dão acesso aos mercados mais competitivos do mundo.

“Hoje, os produtos catarinenses são capazes de competir em países extremamente exigentes como Estados Unidos e Japão, isso demonstra a qualidade dos alimentos produzidos no Estado e a competência dos nossos produtores rurais e agroindústrias. É como um selo de confiança internacional. Temos muito orgulho do que construímos em Santa Catarina, hoje temos um agronegócio forte que é a base da economia estadual, gerando emprego e renda para milhares de famílias”, destaca o secretário da Agricultura e da Pesca, Ricardo de Gouvêa.

Proteína Animal

As exportações de carnes e produtos de origem animal são o grande destaque de Santa Catarina e apresentaram um crescimento significativo nos primeiros quatro meses deste ano. De janeiro a abril de 2019, um terço do faturamento catarinense com exportação foi gerado pelos embarques desses produtos, principalmente carne de frango. Os embarques de produtos de origem animal geraram receitas de US$ 914,5 milhões, uma alta de 13,8% em relação ao mesmo período de 2018.

Produtos de Origem Vegetal

Grãos, frutas e tabaco respondem por 13,4% das exportações catarinenses em 2019. O setor faturou mais de US$ 367 milhões, um aumento de 4% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O bom desempenho é levado principalmente pelas exportações de soja, que já superam US$ 210 milhões e apresentaram uma alta de 17,6% em 2019.

Produtos Florestais

Única área com resultados negativos, a produção de madeira, móveis de madeira, papel e celulose gerou receitas de US$ 465,4 milhões com as exportações em 2019. O setor representa 16,9% do faturamento catarinense com vendas internacionais e o desempenho em 2019 teve uma queda de 0,2%.

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
[email protected]
Fone: (48)-3664-4417/(48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC


Source: Governo SC

Santa Catarina lança projeto pioneiro de cartão para pagamento de presos que trabalham

em Estado SC por

 Fotos: Julio Cavalheiro/ Secom

Em uma manhã de boas notícias para o sistema prisional catarinense, o Governo do Estado lançou nesta segunda-feira, 20, o cartão pecúlio, que permite o pagamento individual aos detentos que trabalham nas prisões catarinenses. O programa é pioneiro no país e foi desenvolvido em parceria com o Banco do Brasil. Além do anúncio, foram entregues seis viaturas e oficializada a renovação do Projeto Mulheres Livres, que acompanha mulheres desencarceradas, gestantes ou mães com filhos na primeira infância no serviço único de assistência social.

“Esse sistema (do cartão pecúlio) vai permitir que a gente faça uma gestão melhor dos recursos do fundo rotativo e também do dinheiro que é entregue aos presos pela prática laboral. Isso vai evitar corrupção, desvios e que o dinheiro caia na mão da pessoa errada. A família será melhor assistida, e o preso se sentirá mais inserido podendo usar um cartão como qualquer pessoa, o que aumenta a autoestima e ressocializa”, afirma o governador Carlos Moisés.

A tecnologia foi desenvolvida pelo Banco do Brasil para atender à necessidade de Santa Catarina e possibilita a centralização das informações, controle dos recursos e otimiza o trabalho dos servidores do sistema prisional. “Essas três ações que anunciamos na manhã de hoje vêm ao encontro do que a gente prega, que é entrega de serviço público com eficiência e de forma adequada”, complementou Moisés.

:: VEJA GALERIA DE FOTOS DO ATO

O secretário de Estado da Justiça e Cidadania, Leandro Lima, disse que o ato realizado na Casa D´Agronômica teve um significado especial para todos que atuam com a administração prisional. “Essa é uma cerimônia resignificadora para o sistema prisional. Estamos dando ênfase à transparência. É também um claro exemplo do envolvimento do Banco do Brasil com a administração prisional em Santa Catarina”, destacou. A expectativa do Banco do Brasil é que até oito mil presos tenham acesso ao cartão pecúlio no Estado. O instrumento vai permitir que tanto as famílias dos detentos movimentem os recursos quanto os próprios presos façam poupança com o dinheiro recebido pelo trabalho.

Presidente do Tribunal de Justiça, Rodrigo Collaço salientou o trabalho integrado entre os poderes. “O sistema prisional catarinense é modelo no Brasil e isso decorre da parceria firme do Executivo, Judiciário e, nesse caso, do Banco do Brasil. São medidas importantes porque estimulam o preso a trabalhar. Com o trabalho, ele ressarce uma parte das despesas do Estado com a manutenção do preso, repassa valores à família e também permite que tenha uma poupança para recomeçar a vida”, afirma Collaço.

Entrega de seis novas viaturas

O sistema prisional também recebeu seis novas viaturas. Destas, quatro veículos para o Departamento de Administração Socioeducativa (Dease) foram adquiridos com valores repassados pelo Tribunal de Justiçan (TJSC). Eles serão usados no transporte de adolescentes em conflito com a lei de acordo com exigências do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). De acordo com o presidente Rodrigo Collaço, os valores repassados pelo TJSC são provenientes de transações penais, como multas pagas em condenações que não preveem detenção.

Outras duas vans com capacidade de transportar até 15 agentes penitenciários foram entregues para o Grupo Tático de Intervenção (GTI). Elas foram adquiridas com recurso federal.

Atenção para as mulheres

O Governo do Estado também assinou a renovação do Projeto Mulheres Livres. O programa é uma ação para a inclusão e o acompanhamento de mulheres desencarceradas, gestantes ou mães com filhos na primeira infância no serviço único de assistência social. O objetivo é oferecer a proteção social necessária para o retorno ao convívio social, reduzindo assim as chances de reincidência.

A renovação é por mais cinco e deve beneficiar até 499 mulheres. Com isso, caso todas não voltem ao sistema prisional, haverá uma economia mensal de R$ 1,2 milhão. O programa piloto do governo federal foi colocado em ação em janeiro de 2018 nos estados de Santa Catarina e Paraná com validade de um ano, porém apenas Santa Catarina dará continuidade.


Informações adicionais para a imprensa
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação – Secom
E-mail: [email protected] 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC 


Source: Governo SC

Faturamento do setor florestal catarinense passa de R$ 1,38 bilhão em 2018

em Estado SC por

 Arte: ACR

Conhecido pela força do agronegócio, Santa Catarina se destaca também na produção de madeira. No último ano, o Valor Bruto da Produção Agropecuária da silvicultura fechou em R$ 1,38 bilhão, sem contar o faturamento dos outros elos da cadeia produtiva. Os números foram divulgados nesta quinta-feira, 16, em Lages, durante o lançamento da terceira edição do Anuário Estatístico de Base Florestal para o estado de Santa Catarina.

Segundo os dados da Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), a área de florestas plantadas em Santa Catarina é de 828,9 mil hectares, sendo 67% ocupada com pinus e cerca de 33% com eucalipto. Os resultados econômicos da silvicultura também chamam a atenção: no último ano, o Valor Bruto da Produção Agropecuária fechou em R$ 1,38 bilhão, sem contar o faturamento dos outros elos da cadeia produtiva. Atualmente são 5,6 mil empresas relacionadas ao setor, que geram mais 90 mil empregos diretos em Santa Catarina.

A região serrana responde por 40% das toras da silvicultura do estado, se tornando uma grande produtora de papel, embalagens e de madeira de pinus. O secretário adjunto da Agricultura e da Pesca, Ricardo Miotto, participou do lançamento do Anuário Estatístico e destacou a importância do setor florestal para a economia catarinense: “Quero reforçar aqui o nosso compromisso de juntos buscarmos melhores condições para este setor, que tanto contribui para Santa Catarina”.

Empossado como novo presidente da ACR, Alex Wellington dos Santos falou sobre o comprometimento da entidade em levar mais inovação e rentabilidade para as pequenas propriedades de Santa Catarina. “Estamos em uma nova era, mais rápida, mais imediata, que exige muito de nós. Assim levantaremos alguns pilares para esta nova gestão: inovação, rentabilidade nas pequenas propriedades, integração de práticas socioambientais, expansão com maior produtividade, experimentos de novas espécies. Sempre buscado o fortalecimento do nosso setor”, disse o novo presidente.

Exportações
O setor florestal tem um papel importante nas exportações catarinenses. Em 2018, os embarques de produtos de madeira, papel e celulose tiveram um crescimento de 15,5% em comparação ao ano anterior, gerando receitas de US$ 1,4 bilhão. O setor florestal respondeu por 16,6% de toda exportação catarinense no último ano.

Floresta Nativa
Um estudo realizado pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), comparando os números do Censo Agropecuário de 1980 e 2017, demonstrou as mudanças que ocorreram na área agrícola do estado em quase 40 anos. Hoje, a mata nativa ocupa 26,2% da área das propriedades rurais catarinenses, o maior índice desde 1970, início da série histórica e quando começou a expansão agrícola no estado.

Segundo análise da Epagri/Cepa, houve uma redução na área total de lavouras e pastagens nas últimas décadas em Santa Catarina. Ao mesmo passo que as terras ocupadas com matas nativas e plantadas vêm aumentando ao longo do tempo. Hoje, Santa Catarina tem uma cobertura 20% maior de mata nativa do que nos anos 80, com 278,8 mil hectares a mais de vegetação natural.

Informações adicionais:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
[email protected]
Fone: (48)-3664-4417/(48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC/


Source: Governo SC

Departamento Penitenciário Nacional recomenda modelo catarinense de atividade laboral nas prisões

em Estado SC por


Fotos: David Santana / SJC

O modelo de atividade laboral implantado nas unidades prisionais de Santa Catarina está sendo recomendado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) para ser replicado nas prisões de todo o país. Para tanto, o Depen está trazendo ao Estado gestores do sistema penitenciário para que conheçam as penitenciárias de São Cristóvão do Sul e Chapecó que ofertam trabalho, capacitação e ensino (formal e profissionalizante).

Depois de conhecer a penitenciária Regional de Curitibanos onde todos os internos trabalham, a segunda visita técnica terminou nesta sexta-feira, 17, com uma inspeção no Complexo Penitenciário de Chapecó. A unidade tem cerca de 40% dos presos trabalhando por meio de convênios com 23 empresas, cujas oficinas funcionam na área interna da instituição.

Leia Mais…


Source: Governo SC

Santa Catarina quer estimular a produção de cereais de inverno para alimentação animal

em Estado SC por


Foto: Paulo Santhias / SAR

Santa Catarina trabalha na criação de um plano para estimular a produção de cereais de inverno voltado para ração animal, como forma de diminuir a demanda por milho. Esta pode ser uma alternativa importante para abastecer o setor produtivo de carnes em constante expansão no Estado. Governo estadual, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), iniciativa privada e representantes dos produtores rurais querem incluir o trigo, a aveia e a cevada na alimentação de suínos e aves. O assunto foi debatido durante reunião nesta quinta-feira, 16, em Florianópolis.

“Santa Catarina tem um déficit de 4 milhões de toneladas de milho por ano, que são importados de outros estados e países. Acreditamos que a produção de outros cereais para complementar a ração animal pode ser um passo importante para garantir a competitividade do agronegócio catarinense a longo prazo. Além de trazer uma alternativa de renda para os produtores rurais de Santa Catarina, que poderão aproveitar as lavouras também no período de inverno” ressalta o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Ricardo de Gouvêa.

O uso de cereais de inverno, como trigo, cevada e aveia, para alimentação animal não é novidade, essa já é uma prática comum em outros países e que pode ser aplicada também por aqui. Embora no Brasil não existam cultivares desenvolvidas especificamente para produção de ração, os agricultores poderão utilizar algumas sementes já disponibilizadas pela Embrapa. “Os cultivares que não têm um perfil tão estável para a panificação podem ser utilizados na ração sem problema nenhum. Inclusive com uma boa produtividade por hectare. Além disso, outros cereais como acevada, aveia e triticale também são alternativas que podem compor a ração animal”, explica o pesquisador da Embrapa Trigo, Eduardo Caierao.

A intenção é dar condições para que os produtores rurais ocupem suas lavouras no inverno para a plantação desses cereais, que traz mais uma alternativa de renda, dilui os custos do produtor e não interfere na safra de verão. “O trigo pode ser utilizado como um ingrediente normal nas rações. Para viabilizar a produção em Santa Catarina devemos pensar em um fator fundamental: o custo dos cereais deve ser competitivo tanto para os produtores quanto para as agroindústrias. Toda cadeia produtiva deve estar comprometida para que o projeto tenha sucesso”, afirma Gouvêa.

O secretário lembra ainda que o incentivo para produção de cereais de inverno vem complementar as outras ações desenvolvidas pelo Estado para aumentar o fornecimento de insumos. Santa Catarina trabalha para viabilizar a Rota do Milho, trazendo o grão do Paraguai diretamente para o Oeste, além de executar o Programa Terra-Boa, que apoia a produção de milho de alta qualidade.

Milho em Santa Catarina

O milho é fundamental para abastecer as cadeias produtivas de proteína animal instaladas em Santa Catarina. O Estado é o maior produtor nacional de suínos, segundo maior produtor de aves e se destaca também na produção de leite. Isso levou o agronegócio catarinense a um consumo de 7 milhões de toneladas de milho por ano, com uma produção média de 3 milhões de toneladas.

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
[email protected]
Fone: (48)-3664-4417/(48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC 


Source: Governo SC

Mais 2 mil idosos participam dos Jogos Abertos da Terceira Idade em Gaspar

em Estado SC por


Foto: Antônio Prado / Fesporte
 
A 12ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade de Santa Catarina (Jasti) começa no próximo domingo, dia 19, com o congresso técnico, e prossegue até o dia 24 em Gaspar. Serão quatro dias de intensas disputas de voleibol bocha, bolão 23, canastra, dominó, truco, dança de salão, dança coreografada e dança folclórica. A cerimônia de abertura será dia 20 às 19h30 no ginásio João dos Santos. A competição reunirá 2.150 atletas a partir de 60 anos de 178 municípios.

A etapa estadual dos Jasti é uma promoção do Governo do Estado, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Gaspar.

Para o presidente da Fesporte, Rui Godinho, os Jasti abrirão em grande estilo a etapa estadual dos eventos da instituição. “Será uma grande festa não somente do esporte, mas também da integração de diversos atores da terceira idade”, destaca o presidente da Fesporte.

Atores como o seu Dionizio Luiz, de 94 anos, que disputará a competição pelo voleibol de Florianópolis, ou Ruth Hoffmann, de Brusque, que aos 82 anos, participou da primeira edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) em 1960 e que nesta edição também estará no vôlei.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa
Fundação Catarinense de Esporte – Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 9 9949-5255
E-mail: [email protected] 
Site: www.fesporte.sc.gov.br


Source: Governo SC

Energia elétrica será desligada em São José neste sábado para conclusão de obra no alimentador

em Estado SC por


Foto: Divulgação / Celesc

Está programado para este sábado, 18, das 7 às 12h, o desligamento de energia elétrica no Sertão do Imaruim – São José, para a última etapa das obras de construção do alimentador entre a Subestação (SE) Palhoça, no Bairro Caminho Novo, e São José do Sertão. O alimentador terá 6,8 quilômetros de extensão, 40 postes e 21 quilômetros de cabos.

Leia Mais…


Source: Governo SC

Galeria do Artesanato da Casa da Alfândega reabrirá em novo endereço

em Estado SC por


Foto: Márcio Henrique Martins / FCC

A Galeria do Artesanato da Casa da Alfândega mudará de endereço temporariamente, passando a funcionar na Praça XV de Novembro, esquina com a Rua Victor Meirelles, no Centro de Florianópolis. A mudança será necessária devido às obras de restauro do antigo prédio da Alfândega, localizado ao lado do Mercado Público Municipal. Para realizar a transferência dos produtos e mobiliário, a Galeria do Artesanato ficará fechada entre os dias 20 e 27 de maio.

O entorno da Casa da Alfândega passa por processo de revitalização desde o ano passado. A obra também prevê a instalação de decks de madeira, de espelhos d’água com esguichos e de bancos de concreto com assentos de madeira e nova iluminação. Essa é uma ação Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de Florianópolis.

Com a nova localização da Galeria, junto à Praça XV de Novembro, o principal objetivo da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), órgão que faz sua administração, é preservar o artesanato de base cultural e valorizar o saber fazer do povo catarinense. O horário de atendimento da Galeria do Artesanato permanecerá o mesmo, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h30; e aos sábados, das 9h às 13h. A entrada é gratuita.

A Casa da Alfândega, construída em estilo neoclássico, foi inaugurada em 29 de julho de 1876, data que coincidia com o aniversário da princesa Isabel. As atividades alfandegárias duraram mais de 90 anos, encerrando-se apenas em 1964 em decorrência do fechamento do porto de Florianópolis. Desde 1988, abriga o projeto Galeria do Artesanato, comercializando trabalhos de artesãos de várias regiões do Estado, numa demonstração das diferentes etnias colonizadoras.

Informações adicionais para imprensa
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2571 / 3664-2572
E-mail: [email protected]
Site: cultura.sc.gov.br 

 

 


Source: Governo SC

Laboratório móvel auxiliará alunos em aprendizagem interdisciplinar

em Estado SC por

 Foto: Alexandra Antoniazzi/ SED

Seis escolas do município de Campos Novos, no Estado de Santa Catarina, terão professores participantes do programa Nau dos Mestres, iniciativa que prevê o repasse de conteúdo complementar às disciplinas de Ciências, Biologia, Artes, Química, Física e Matemática por meio de um laboratório móvel. A Formação de Educadores das Escolas Estaduais de Ensino Fundamental iniciou quinta-feira, 16, na Escola de Educação Básica Gasparino Zorzi, em Campos Novos.

Leia Mais…


Source: Governo SC

Epagri reforça Grupo Intersetorial da Mulher para ajudar no combate à violência no campo

em Estado SC por


Foto: Divulgação / SST

O Grupo Intersetorial da Mulher do Governo do Estado, que discute políticas públicas para todas as catarinenses, tem mais uma parceira. A Empresa de Pesquisa Agropecuária e Difusão Tecnológica (Epagri) vai reforçar o grupo nas ações de combate ao feminicídio e ao enfrentamento à violência contra as mulheres.

De acordo com a coordenadora Estadual da Mulher, Aretusa Larroyd, o foco será a construção de ações estratégicas para levar informação e conhecimento para as que vivem no campo, nas comunidades distantes dos centros urbanos.

Na parceria com a Epagri, a informação sobre violência doméstica deverá ser encaminhada para as mulheres, durante o cronograma de encontros e palestras realizadas pela empresa. A unidade móvel, com o programa “Ônibus Lilás, Mulher Viver Sem Violência”, que já esteve este ano em Lages, está na lista de ações que integram esta parceria. A meta é iniciar os trabalhos em agosto, durante o mês alusivo ao aniversário da Lei Maria da Penha.

Aretusa relata que nos centros urbanos as mulheres têm mais canais para buscar informação e proteção, do que no campo.  “Nas áreas urbanas ocorrem mais denúncias de casos. Nestas regiões as mulheres têm mais acesso aos Cras, aos Creas e às delegacias para buscar proteção. No campo os mecanismos são mais distantes e muitas vezes elas não entendem como violência alguns atos que sofrem. É o que chamamos de violência silenciosa”, pontuou a coordenadora.

Segundo a Aretusa, existem diferentes formas de violência doméstica vivenciadas pelas mulheres rurais. “Não se trata apenas de violência física, mas tem a psicológica, a moral, a sexual, a sobrecarga de trabalho, a submissão entre outras coisas.

Integram o grupo representantes das secretarias de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Saúde, Educação, Justiça e Cidadania e ainda as polícias civil e militar.

Mais informações à imprensa:
Kênia Pacheco
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação – SST
(48) 3664-0753 / (48) 99984-1799
E-mail: [email protected]
Site: www.sst.sc.gov.br 


Source: Governo SC

Governador Moisés conhece projeto da Marinha que deve gerar dois mil empregos diretos em Itajaí

em Estado SC por

 Foto: Julio Cavalheiro/Secom 

Um projeto da Marinha do Brasil que deve gerar dois mil empregos diretos e outros seis mil indiretos na cidade de Itajaí, por meio da construção de quatro navios de guerra. Esse é o Programa Tamandaré, que investirá entre US$ 1,6 bilhão e US$ 2 bilhões na renovação da frota. Detalhes do projeto foram apresentados ao governador Carlos Moisés por uma comitiva de oficiais da Marinha na tarde desta quinta-feira, 16, em reunião na Casa d’Agronômica.

Liderados pelo almirante de esquadra Luiz Henrique Caroli, os oficiais explicaram os benefícios que o empreendimento trará para o Litoral Norte do estado. O governador se mostrou empolgado com o projeto e colocou a estrutura do Governo à disposição.

“É um projeto importante que trará empregos e renda para o nosso estado. Ficamos honrados que Santa Catarina tenha sido escolhida para a construção dos navios. Nosso objetivo é trazer cada vez mais investimentos para cá”, disse Moisés.

O almirante Caroli explicou que a construção dos navios, a ser realizada no estaleiro Oceana, ocorrerá de maneira escalonada, com a primeira entrega em 2024 e última em 2028. A comitiva da Marinha também visitou a Fiesc nesta quinta-feira pela manhã e, na sexta, é recebida pela prefeitura de Itajaí.

Além de Moisés e dos oficiais da Marinha, também participou da reunião o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino.

“A empreitada no Estaleiro de Itajaí, com a construção de quatro fragatas modernas, traz sinais concretos e muito positivos para a retomada do crescimento da indústria naval catarinense. Além dos bilhões de dólares investidos e os milhares de empregos diretos e indiretos, este movimento incrementa a atividade econômica da região e cria vínculos com empresas catarinenses do setor”, destaca o secretário Esmeraldino. 


Informações adicionais para a imprensa
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação – Secom
E-mail: [email protected] 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC 


Source: Governo SC

1 2 3 36
Vá para o Topo