Reflexões na Coluna Primeiro Plano

Acessibilidade de Barco


em Sem categoria por

Prestei atenção nas calçadas de nossas cidades nos últimos dias e há um problema muito sério com as rampas e guias para cegos em dias de chuva. Nas rampas, grande lagoas se formam de maneira que ninguém consegue utilizá-las, nem mesmo um atleta de salto a distância. Já nas guias para cegos, ela empossam e viram córregos no meio das calçadas. Outra vez se tornam inacessíveis. Então vale a dica, em dia de chuva, acessibilidade somente com barco.

FERVENDO
As acusações começaram e não devem parar tão cedo. Isso prova que um comissionado da prefeitura de União da Vitória não tinha capacidade de ocupar, muito menos de participar de qualquer coisa pública.
Gostaria de saber apenas o que foi negado para tal comissionado, para ele virar a casaca outra vez. Vale lembrar que um deputado da região já havia sido prejudicado por esta pessoa, então já é visto que não dá para confiar nas acusações que esta pessoa vem fazendo.
E da mesma forma que este incapaz fez estas acusações, tem um ou outro por aí que já teve bens penhorados e continua desrespeitando a justiça e publicando mentiras e insinuações. Isto tem que acabar e somente a justiça pode colocar fim nisso.

DENÚNCIAS
Nesta quarta-feira (25), a Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Paraná, presidida pelo deputado Hussein Bakri (PSD), tece uma reunião exclusiva para tratar de denúncias envolvendo o Sindicato dos Professores do Paraná (APP Sindicato) e funcionários da Secretaria de Educação em uma manifestação em frente à prefeitura de Curitiba, em agosto deste ano. O advogado Pierre Lourenço, representante do Movimento “Escola Sem Partido” usou a palavra e entregou as denúncias. Segundo o advogado, casos de doutrinação política, religiosa e de gênero estariam sendo praticadas dentro de escolas do Estado, sem contar abuso por parte de alguns educadores.
Isto está acontecendo há tempos e muitos militantes (não podemos chamar de professores) estão interferindo diretamente nas ideologias políticas de seus alunos, fato que deve ser tratado como crime mesmo.
Temos que separar o joio do trigo e sabemos que muitas instituições públicas foram ‘infestadas’ por militantes de esquerda que acharam aí um refúgio perfeito para disseminar suas ideias. Disfarçados de professores e recebendo como tais, estes militantes estão influenciando nossas crianças.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Vá para o Topo