Acadêmicos de União da Vitória são classificados para o prêmio Programa Empreendedor Rural do Senar-PR de 2017


Dois projetos de acadêmicos da Uniguaçu estão entre os dez melhores do Paraná e concorrem na grande final Estadual

em Porto União e União da Vitória por

Durante mais um ano, a Uniguaçu, em parceira com o Senac-PR, ofereceu o Projeto Programa Empreendedor Rural aos acadêmicos de Agronomia e Medicina Veterinária. O curso teve início em março e o encerramento aconteceu em outubro, com três projetos selecionados para a classificação dos dez melhores do Paraná, que vão disputar a grande Final Estadual, no dia 01 de dezembro, em Curitiba.

 

Pelo terceiro ano consecutivo, a Uniguaçu está representada entre os 10 melhores do Estado, com o acadêmico de Medicina Veterinária, Gabriel Eduardo Nilsen, que realizou o projeto “Construção de um Compost Barn visando o bem-estar animal e produção de adubo orgânico” e o projeto “Introdução em melhoramento de pastagem para a produção de leite à base de pasto e aperfeiçoamento do sistema de integração lavoura-pecuária”, do egresso de Agronomia e pós-graduando, Pedro Rodolfo Nilsen Filho.

Segundo a instrutora do Senar, Caren Jenczmionki, e orientadora dos projetos classificados, um dos maiores ganhos dos acadêmicos durante o treinamento foi o crescimento pessoal de cada um em relação à sua propriedade e a melhora da convivência dos jovens com os pais. “Há um crescimento no profissional, porque há um entendimento, de aprender fluxo, de conseguir fazer uma análise econômica da propriedade, se ela é rentável ou não. Se hoje ela não é rentável, o que ‘eu’, filho do dono, posso fazer para transformar em rentável ao invés de simplesmente abandonar a atividade? Eles começam a se perceber. Muitos descobrem coisas absurdas, tipo, quanto a empresa deve, o quanto ela não é rentável e tudo mais. Outros descobrem que o valor do capital que eles tinham era muito maior do que eles imaginavam”, comenta a instrutora.

 

Projetos Classificados:

– Construção de um Compost Barn visando o bem-estar animal e produção de adubo orgânico

O projeto do Gabriel Eduardo Nilsen, acadêmico de Medicina Veterinária da Uniguaçu, foi a construção de um Compost Barn, visando o bem-estar animal e produção de adubo orgânico. Além disso, o projeto tende a aumentar a renda da fazenda. “O adubo orgânico poderá ser vendido ou usado em nossas lavouras, baixando os custos com adubo convencional. Com o bem-estar, as vacas vão aumentar a média de produção. Haverá um descarte menor de vacas. Além de gerar renda ao município e empregos”, comenta o acadêmico classificado.

Segundo o jovem produtor, o total de animais em confinamento será de 90 cabeças, sendo 30 lugares para o pré-parto e 60 lugares para o pós-parto, vacas que têm problemas de casco, vacas mais velhas e vacas que não se adaptaram ao sistema de confinamento Free Stall (já empregado pela fazenda).

 

– Introdução em melhoramento de pastagem para a produção de leite à base de pasto e aperfeiçoamento do sistema de integração lavoura-pecuária

Pedro Rodolfo Nilsen Filho é egresso do curso de Agronomia e pós-graduando da Uniguaçu. Seu projeto tem como principal objetivo resolver três problemas: a fertilidade do solo; a baixa oferta de forragem para os animais; e a viabilidade econômica e financeira que precisam ser aumentadas.

O projeto consiste na aquisição de corretivos de solo, melhoramento de pastagens naturalizadas e introdução de novas pastagens perenes e anuais de altíssimo potencial produtivo. “O projeto também é uma integração lavoura-pecuária, onde, através da maior oferta de forragem com a introdução do projeto, sobraria mais áreas para cultivar soja e aumentaria a renda também”, conta o produtor.

Última publicação de Porto União e União da Vitória

Vá para o Topo