A informação que “eu” quero


em Colunistas/Primeiro Plano por

Muitas vezes ouço a discussão sobre o que é ‘FakeNews’ e o que é verdade em comentários, notícias, opiniões que recebemos diariamente pela internet e também na mídia impressa, rádio e TV.
Só que são poucas as que pessoas prestam atenção nas meias verdades, aquilo que não é fake, ela é uma notícia verdadeira, mas que foi tratada de forma a aumentar dados, criar uma comparação errada, enfim, ela foi escrita pensando em te enganar de alguma forma com uma informação que é verdade, mas que não representa a verdade.
Vi isso esta semana aqui em nossa cidade, quando uma assessoria de uma prefeitura divulgou dados sobre investimentos em uma área determinada da administração pública.
Digo que este ‘release’ foi maldoso ao comparar valores de um ano para outro em administrações diferentes. Porque os dados deveriam ser tratados referenciando uma média da administração anterior. Segundo, a impressão que se tem com o ‘release’ é que gastar mais dinheiro em determinada área significa um aumento na qualidade do serviço público prestado e isto não funciona bem assim.
Vamos usar como exemplo a área da saúde. Temos municípios que gastam mais de R$ 1300, reais per capita na saúde de sua população e tem baixos índices neste setor.
Então temos que pensar que quando uma notícia deixa de lado essa questão, então ela estão manipulando a população com uma verdade. Uma verdade enganadora.

MAFRA
O oficial da reserva, subtenente Albertino Mafra esteve essa semana na Capital de Santa Catarina acompanhando o ato de promoção de oficiais da PM e dos Bombeiros de Santa Catarina, onde pode conversar com o governado do Estado o também bombeiro Carlos Moisés. Mafra foi respeitosamente cumprimentado pelo também bombeiro, hoje governador do Estado, Carlos Moisés da Silva. “Neste ato falei com o ilustre bombeiro e irmão de farda, e hoje governador dos catarinenses. Fui muito bem recebido por ele”, disse Mafra. Ao todo, foram promovidos 13 oficiais e 133 praças da PMSC, além de 52 oficiais e 14 praças do Corpo de Bombeiros Militar. Em destaque, nove oficiais alcançaram o posto de coronel.

OI, OLHA ISSO!

  • Última semana para quem quer trabalhar aqui na região ir atrás de uma carteira de trabalho. Pelos boatos que circulam, o escritório do Ministério do Trabalho em União da Vitória está fechando… E o imposto que as empresas locais pagam servem para o quê então? Nossas BRs estão destruídas, repartições públicas somente em Guarapuava, Ponta Grossa ou Curitiba, Joinville, Caçador, enfim, quando o dinheiro do nosso imposto vai retornar em serviços para nós???
Tags:

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Última publicação de Colunistas

Ontem

Vá para o Topo