Monthly archive

março 2019

Ministro Marcos Pontes sinaliza interesse em replicar modelo de ecossistema de inovação catarinense

em Estado SC por

 Foto: Doia Cercal/Secom

Em visita ao Governo do Estado e o polo tecnológico Sapiens Parque, nesta sexta-feira, 29, na Capital, o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o astronauta Marcos Pontes demonstrou interesse em replicar o modelo de ecossistema de inovação catarinense para o país e sinalizou apoio Federal à Rede de Centros de Inovação de Santa Catarina. A agenda foi proposta pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico Sustentável, de Articulação Nacional, e pelo deputado federal Daniel Freitas.

Cumprindo programação intensa em Santa Catarina, iniciada às 10 horas, o ministro se reuniu com o governador Carlos Moisés na Casa d’Agronômica e concluirá a agenda com palestra na Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc). Também teve a oportunidade de conhecer as potencialidades do Sapiens Parque e dos clusters e empreendimentos de tecnologia do estado que representam 5.6% do PIB catarinense.

“Santa Catarina é um estado inovador em diversas áreas e chegou a hora da administração pública também incorporar essa cultura. Nossa rede tecnológica já é considerada uma referência e a intenção do ministro de replicar nosso modelo de ecossistema de inovação para outras regiões é importante como sinal de que estamos no caminho certo”, disse o governador.

Marcos Pontes acompanhou, ainda, uma explanação do secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Lucas Esmeraldino, e de seu adjunto, Amandio João da Silva Júnior, sobre a política de inovação em Santa Catarina e os pilares do projeto de governança dos Centros de Inovação pelo Estado (em fase final de elaboração) com propósito de criar sintonia, sinergia e de compartilhar boas práticas com todo ecossistemas de inovação do estado.

“Queremos usar estas ideias e esse modelo. Tenho relatos positivos do ambiente de inovação de Santa Catarina e agora levo uma impressão ainda mais fundamentada. Podem contar com o Ministério e com a minha ajuda”, avisou o ministro Marcos Pontes.

Para Esmeraldino, é muito importante que o estado seja reconhecida por este novo movimento e modelo de ecossistemas de inovação: “Ficamos muito felizes com o feedback do Ministro em relação ao modelo da Rede de Centros de Inovação de Santa Catarina. A inovação não é palavra da moda, é a principal política de desenvolvimento do Estado. Será a nossa maior obra”.

Em 2014, Santa Catarina lançou a pedra fundamental para implantar 13 Centros de Inovação. Nesta etapa, o Governo construiu prédios, criou conceitos e inaugurou duas unidades (Lages e Jaraguá do Sul), financiadas pelo Estado em parceria local com prefeituras, universidades e entidades empresariais. Os Centros de Blumenau, Chapecó, Joaçaba, São Bento do Sul, Tubarão e Itajaí estão em construção. A Rede também contemplará unidades construídas com diferentes modalidades de parceria público-privada: pelo poder local, em projetos independentes, a exemplo de Videira; pela iniciativa privada, como Joinville, Florianópolis e Rio do Sul; e ainda pelo Governo do Estado em parceria com o MCTIC, como em Brusque.

Os ecossistemas de inovação, que incluem os Centros, seguem três frentes de trabalho: ativar, integrar e dar vida ao ecossistema (alinhar a tríplice hélice); criar e consolidar uma cultura de território de empreendedorismo e inovação; gerar e escalar negócios inovadores que vão levar à região rumo à nova economia.

Mais informações para a imprensa:
Willian Máximo
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável – SDS
Fone: (48) 3665-2261 / (48) 99131-6051
E-mail: [email protected]
Site: www.sds.sc.gov.br 


Source: Governo SC

Novo Centro de Inovação em Joinville integra Rede Tecnológica do Estado

em Estado SC por


Fotos: Gustavo Amorim / SDS

Santa Catarina inova mais uma vez e ganha mais um Centro de Inovação, com a inauguração do Ágora Hub, em Joinville, que tem um investimento 100% privado. O novo espaço de 7 mil metros quadrados de área construída passa a integrar a Rede de Centros de Inovação de SC, com apoio institucional do Estado.

O ato foi oficializado na noite da última quinta-feira, 28, durante a inauguração da estrutura, a partir da assinatura do Acordo de Cooperação, entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, o Perini Business Park, o Ágora Tech Park, Join.Valle e a Prefeitura de Joinville, que juntos, passam a integrar o planejamento de ações com foco no desenvolvimento e no fortalecimento do ecossistema inovador do Estado.

Para o secretário da SDS, Lucas Esmeraldino, com a inauguração do Ágora Hub, o Governo de Santa Catarina avança: em vez de construir mais uma obra, auxilia na conexão, aliando parcerias para fomentar o ecossistema tecnológico com a participação da iniciativa privada e universidades e, passa a incentivar ainda mais a multiplicação de novos Centros.

“Esta integração com a iniciativa privada vai ao encontro do momento econômico e dinâmico atual, que demandam sinergia dos diferentes atores, otimização dos recursos, celeridade nas ações e oferece apoio do empreendedorismo tecnológico na cidade de Joinville e região. A partir deste exemplo, muitos outros surgirão, como teremos daqui a pouco em Videira. Saímos na frente com a implantação do projeto dos Centros de Inovação e, agora, nos mantemos avante, inovando e fomentando, não necessariamente com construções, mas, sim fomentando conceitos”, destaca o secretário.

joomplu:42708

Ocupação em 90%

Com um investimento de R$ 20 milhões o empreendimento estreia com ocupação de 90% em um ambiente aberto, interativo, colaborativo e sustentável, criado para potencializar conexões inteligentes entre atores do ecossistema de inovação e tecnologia. O Ágora Hub é o prédio principal do Ágora Tech Park, que reúne o campus Joinville da UFSC, com 13 mil metros, que oferece oito cursos de engenharia e duas pós-graduações; e o prédio da Conta Azul, que tem 9 mil metros quadrados.

O parque tecnológico prevê a construção de mais quatro prédios, o que vai totalizar 70 mil metros quadrados de área construída, 140 mil metros quadrados de área de terreno e um investimento privado de R$ 120 milhões. Atualmente, ocupa uma parte dentro do Perini Business Park, que é o maior parque empresarial multissetorial da América do Sul sediado no Norte de Joinville.

O presidente do Instituto Ágora de Ciência e Tecnologia, Emerson Edel, destaca o momento importante para Joinville, região e também para o Estado, pois a inovação é uma das grandes bandeiras de Santa Catarina.

“Avaliamos que o Governo tem que estar presente neste ecossistema de inovação, esse projeto da Rede de Inovação é um conceito que a gente gosta muito. E esta possibilidade, por meio deste convênio, de integrar o Ágora no Centro de Inovação da Rede é muito positivo, para o ecossistema como um todo e principalmente para nós como Parque Tecnológico local”, destacou Edel.

joomplu:42704

O reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Ubaldo Balthazar, pontuou a importância da sinergia entre a academia e demais atores e o impacto no desenvolvimento tecnológico. “Estamos com um campus dentro do Parque tecnológico e somos hoje objeto de desejo de várias universidades que querem este modelo. Damos um salto para o mundo neste modelo de pesquisa de ponta. E a palavra chave é a parceria, nossos cientistas trabalhando em projetos com investimentos locais e estaduais”, disse Balthazar.

Também presente no evento o prefeito de Joinville, Udo Döhler, destacou em sua fala que o Perini Business Park abriga 20% do PIB de Joinville, “e agora vivemos um momento ímpar com a criação deste espaço que tem a missão de derrubar muros invisíveis e permitir a aproximação entre academia, empresas,  setor público e pessoas”, frisou.

O presidente do Instituto Ágora de Ciência e Tecnologia e CEO do Grupo Perini na América Latina, Marcelo Hack, destacou a importância das conexões inovadoras em Santa Catarina. “Estamos muito felizes pelo posicionamento do Estado que deixa de se preocupar com o tijolo, com a obra, para se preocupar com o ecossistema que é o que de verdade agrega valor, isso é a certeza que este centro de inovação vai se desenvolver em Joinville e vai poder se integrar com os outros Centros do Estado”, concluiu.

joomplu:42705

O diretor executivo do Ágora, ex-diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da Secretaria de Estado de Desenvolvimento (SDS), Jean Vogel, entusiasta da inovação empreendedora no Estado, comemorou este passo. “Santa Catarina é o único Estado que tem essa abordagem tão incisiva na promoção da inovação e, este novo Governo, em tão pouco tempo, já percebe que o momento atual da economia do país pede uma aproximação mais eficaz das estruturas privadas. É uma continuidade do processo não mais investir em construções de espaço e sim no recheio. De um lado a agilidade da iniciativa privada e do outro o peso institucional do Governo, referência no setor de tecnologia e inovação, fazendo com que a tríplice hélice funcione e inspire outros estados” avaliou.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo
Jornalista: Mônica Foltran
E-mail: [email protected]
Telefone: (48) 3665 2261/ (48) 996961366


Source: Governo SC

Museu da Udesc terá mostra de fotos que homenageia cultura açoriana em abril

em Estado SC por

De 1º a 30 de abril, o Museu da Escola Catarinense (Mesc), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), terá a mostra “Reflexos do Passado”, das fotógrafas Sandra Puente e Nilva Damian, com imagens da arquitetura açoriana no Centro de Florianópolis. Criada em comemoração aos 270 anos da cultura açoriana, a mostra evidencia, por meio das lentes das fotógrafas, o contraste das construções antigas e novas, ao utilizar a técnica de espelhamento nas imagens. 

Leia Mais…


Source: Governo SC

Governo do Estado lança aplicativo que reúne dados completos da agropecuária catarinense

em Estado SC por

Foto: Júlio Cavalheiro/Secom

A partir de agora, os produtores rurais de Santa Catarina têm acesso a uma ampla quantidade de informação para a tomada de decisões, como  monitoramento de safras, preços, políticas públicas, importações e exportações. Tudo isso na palma da mão. O Governo de Santa Catarina lançou na tarde desta sexta-feira, 29, o aplicativo do InfoAgro, um sistema que cruza dados de várias fontes e entrega de forma acessível aos interessados.

O lançamento ocorreu no auditório da Epagri, em Florianópolis. “O aplicativo passa a ser um informe digital, permitindo o acesso de todos os dados que interessa ao produtor. Isso vai dar agilidade também para traçar cenários futuros olhando os números passados”, avalia o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Ricardo de Gouvêa. Ele lembrou que, a partir da análise dos preços praticados no mercado, por exemplo, o produtor pode saber se está recebendo um valor adequado pelo que produz.

A diretora-presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, definiu o InfoAgro como uma revolução para a produção e para a gestão pública. “Para se chegar a esses dados, foram necessárias muitas parcerias. A Secretaria, a Epagri, o Ciasc trabalharam juntos. Também buscamos informações no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e no IBGE. São grandes parcerias que resultam nesse produto”, relata Edilene.

O aplicativo já está disponível para download gratuito em sistemas Android. Na semana que vem, ele será disponibilizado também para iOS. O projeto foi desenvolvido pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa) da Epagri.

O lançamento também teve a presença do secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba, profissionais da Epagri, Ceasa e Cidasc e de representantes de entidades ligadas à produção agropecuária.

Foto: Júlio Cavalheiro/Secom

Síntese Anual da Agricultura

No mesmo ato, foi lançada a Síntese Anual da Agricultura de Santa Catarina 2017-2018, publicação que destrincha as mudanças estruturais na agricultura catarinense desde 1970. Pela primeira vez, a revista foi lançada apenas na versão digital, que pode ser acessada neste endereço.

O coordenador da publicação, Tabajara Marcondes, apresentou os principais pontos da Síntese. Entre os destaques estão o aumento na produtividade do leite (quadruplicou desde 1970), o crescimento da área plantada de soja (mais que triplicou desde 1995) e a redução do espaço destinado ao feijão (chegou a mais de 290 mil hectares em 1980 e atualmente é de aproximadamente 60 mil hectares). Um dos desafios para o futuro, de acordo com Marcondes, será a sucessão do trabalho no campo, já que, atualmente, menos de 4% dos produtores têm menos de 30 anos.


Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação – Secom
E-mail: [email protected]
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Source: Governo SC

Febre amarela: transmissão, sintomas e formas de prevenção

em Estado SC por

 Foto: Doia Cercal/ Secom

Uma dose da vacina que garante proteção para o resto da vida. A febre amarela é grave, mas tem prevenção. Na última quinta-feira, a confirmação da primeira morte pela doença no Estado desde 1966 reforçou a necessidade de a população se prevenir. A vacina é gratuita e está disponível nos postos de saúde da rede pública. Entenda como ocorre a transmissão do vírus, sintomas e como buscar a proteção no infográfico abaixo.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O INFOGRÁFICO EM PDF

 

Informações adicionais para a imprensa:
Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive)
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: [email protected]
www.dive.sc.gov.br

 


Source: Governo SC

Secretaria da Saúde conclui o primeiro processo licitatório 100% digital do Estado

em Estado SC por

Foto: James Tavares/Secom

A Secretaria de Estado da Saúde concluiu nesta semana o primeiro processo licitatório 100% digital de Santa Catarina. A licitação foi feita para a compra de medicamento. A partir de agora, todas as licitações da pasta serão sem papel.

O projeto visa à melhoria no fluxo das aquisições, com maior celeridade e rastreabilidade, redução de custos e total transparência nos processos licitatórios.

Pioneira no país, a proposta foi elaborada de maneira sustentável, usando os recursos já existentes. Não foi necessário nenhum aporte financeiro para sua implantação. “Com inovação, criatividade e iniciativa a gestão pública se fortalece e se torna mais eficiente. Uma solução idealizada por servidores da saúde do Estado, integralmente alinhada com as diretrizes do novo governo”, comemora o secretário da Saúde, Helton de Souza Zeferino.

Para a diretora da área de licitações, Carla Giani da Rocha, a conclusão deste primeiro processo até a etapa de contratação representa o compromisso de toda a equipe com transparência, eficiência e resultados.

Ela explica que a compra do medicamento foi mais rápida quando comparada ao processo de licitação comum, o que refletiu num atendimento mais ágil para a população e consequente melhoria da qualidade de vida do usuário do SUS em Santa Catarina. “Todos os servidores se envolveram no projeto permitindo que a Secretaria de Estado da Saúde fosse pioneira em licitações 100% digitais. Para além do governo sem papel, buscamos a excelência e a garantia do atendimento aos nossos usuários. O medicamento está disponível aos pacientes”, completou.


Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde – SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: [email protected]
Site: portalses.saude.sc.gov.br


Source: Governo SC

Governador e presidente do Inmetro discutem melhorias para incentivar investimentos em Santa Catarina

em Estado SC por

 Foto: Julio Cavalheiro/ Secom

O estímulo ao investimento em Santa Catarina e a manutenção do controle de qualidade dos produtos oferecidos ao consumidor pautaram uma reunião entre o governador Carlos Moisés, a presidente do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Angela Flôres Furtado, e o presidente do Instituto de Metrologia de Santa Catarina (Imetro), Rudinei Floriano.

“O Estado deve ser fomentador do investimento, sem perder a autoridade na fiscalização, obviamente, mas oferecendo segurança jurídica para que o investidor não leve os projetos para outros lugares. Não podemos inibir o mercado criando entraves excessivos”, afirmou o governador. 

A presidente do Inmetro reconheceu que esta também é uma preocupação do Governo Federal. De acordo com ela, há normas em vigência que não têm mais aplicação nos dias atuais e outras que poderiam ser unificadas para simplificar. “Quando houver investidores que queiram criar novos produtos, o Estado de Santa Catarina pode contar com a gente para garantir maior agilidade. O fato de o Inmetro estar dentro do Ministério da Economia tem uma razão de ser, que é promover o desenvolvimento econômico”, disse.

O presidente do Imetro/SC endossou a preocupação do governador em simplificar os procedimentos e normas para não inibir investimentos em Santa Catarina. “Sei bem o que passa o empreendedor e as dificuldades que eles têm. Estamos trabalhando no sentido de ter um núcleo para prestar um apoio, seja para dar um encaminhamento e fazer uma explanação das normas a fim de ver se é possivel adequar o produto dele ou até mesmo se o produto é tão inovador que precise de uma nova norma”, comentou Floriano.

Padronização nacional

Angela também propôs uma padronização melhor dos institutos de pesos e medidas estaduais. Procedimentos e incentivos aos servidores baseados na produtividade estão entre eles, afirmou a presidente. O convênio da União com o Imetro/SC encerra em novembro deste ano e esses temas estarão em discussão para a renovação. Os recursos para a manutenção das autarquias estaduais são todos originários do Inmetro. “Como temos que prover confiança ao consumidor final, é muito importante uma padronização”, declarou. As questões serão analisadas pelo Governo de Santa Catarina.


Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação – Secom
E-mail: [email protected]
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Source: Governo SC

Com arritmia, técnico do Flamengo faz exames no Pró-Cardíaco no Rio

em Nacional por

O técnico do Flamengo, Abel Braga, está internado no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro, para onde foi levado ontem (27) à noite. Ele passou mal, após o encerramento do jogo contra o Fluminense, no Maracanã.

O Flamengo venceu o Fluminense por 2×1 e agora vai à final da Taça Rio,  domingo.

Abel teve uma arritmia cardíaca mas, segundo informação da assessoria de imprensa do Flamengo, ele está passando bem e se submetendo a exames.

A assessoria não confirmou se o técnico comandará o time da Gávea na final da Taça Rio, quando o Flamengo enfrentará o vencedor da disputa entre o Vasco e o Bangu, marcada para hoje (28), às 21h30.


Source: Agência Brasil

Ipea reduz previsão de crescimento do PIB para este ano

em Nacional por

A previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para 2019 foi revista de 2,7% para 2%, segundo análise de conjuntura divulgada hoje (28) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). De acordo com a Carta de Conjuntura, o ano será de baixo crescimento econômico.

Segundo o diretor de Estudos e Políticas Macroeconômicas do Ipea, José Ronaldo de Castro, a projeção é de baixo resultado no varejo, taxa de desemprego alta e desaceleração na massa salarial.

“Parte da revisão foi uma mudança por conta da redução do crescimento do ano passado, que gera um impacto para as previsões deste ano e também alguma redução ao que se esperava para o primeiro trimestre deste ano. A retomada que se imaginava ainda não aconteceu com mais força. A gente está esperando que a retomada seja mais clara apenas a partir do segundo semestre deste ano”.

Ele destaca que o resultado ruim se deve também a fatores externos, como a crise na Argentina, que “prejudica muito as exportações, especialmente de automóveis, no Brasil”.

Reforma da Previdência

Castro explica que, caso a reforma da Previdência não seja aprovada, a projeção de cenário é de estagnação pelos próximos 12 anos, com recessão já no próximo ano. “O cenário de crescimento de 2% no ano de 2019 e de 3% em 2020 é baseado na aprovação da reforma da Previdência em meados deste ano. Caso não haja essa aprovação, obviamente que a gente não espera que essa retomada aconteça e há o risco de uma nova recessão num futuro próximo, dada a gravidade da situação fiscal que a gente observa e é uma questão estrutural, não dá para conter gasto num ano e resolver o problema”.

Segundo a projeção do instituto, a reforma da Previdência vai impactar também o espaço fiscal, que indica a diferença entre o teto de gastos do governo e as despesas obrigatórias. Em caso de aprovação, o Ipea acredita que essa margem aumente cerca de R$ 40 bilhões por ano entre 2020 e 2023, já descontada a inflação. Se a reforma não for aprovada, o Ipea prevê que o espaço fiscal pode passar de R$ 151 bilhões em 2019 para R$ 51 bilhões em 2023.

Inflação

As projeções para a inflação foram reduzidas de 4,10% para 3,85%, com previsão de que o consumo das famílias cresça 2,6% este ano. Com base nas previsões de safra feitas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a previsão para o PIB agrícola permanece em 0,4%. Já o PIB industrial foi estimado em 1,8%, como reflexo da lenta retomada dos índices mensais de atividade industrial. O PIB de serviços tem previsão de crescer 2,2% e as exportações devem apresentar alta de 4% em 2019.

Para 2020, com o amadurecimento do programa de concessões para infraestrutura, o Ipea prevê um aumento de 7,8% nos investimentos.


Source: Agência Brasil

Conselho defende orçamento específico para atender idosos

em Rápidas do Congresso por

Dados mostram que o Brasil está entre os países que envelhecem mais rápido no mundo
Source: Câmara Federal

Relator de MP sobre privatização de distribuidoras de energia quer incluir cláusula de qualidade

em Rápidas do Congresso por

O relator da Medida Provisória 855/18, deputado Edio Lopes (PR-RR), adiantou nesta quinta-feira (28) que vai incluir no seu parecer um dispositivo para obrigar as distribuidoras da Eletrobras privatizadas no ano passado a manter, por um período a ser definido por ele, os requisitos de eficiência econômica e energética anteriores (…)
Source: Câmara Federal

1 2 3 40
Vá para o Topo